Dicas do Rivaldo: Retorno de Cristiano Ronaldo para o Real Madrid seria algo arriscado

Em sua coluna semanal em exclusivo para a Betfair, Rivaldo comenta sobre a possível reunião de Cristiano Ronaldo com Lionel Messi no campeonato espanhol, além de responder a seus fãs que enviaram perguntas em seu Instagram...

Se o Romário tivesse em 98 fazendo a tripla RRR com você e o Ronaldo a história seria outra?

- É, foi uma pena ele ter se machucado lá na França pois era um grande jogador que com certeza poderia ter mudado o rumo das coisas naquela final contra os franceses.

Essa semana e na sequência da eliminação da Juventus muitos estão dando como provável a saída de Cristiano Ronaldo no final da temporada, e um retorno ao Real Madrid vem sendo muito falado na imprensa.

Em minha opinião, isso sempre dependerá daquilo que o Cristiano deseja para seu futuro. Ele é um ídolo no clube e acredito que os torcedores ficassem muito felizes com isso, mas por outro lado precisamos notar que ele já não é o mesmo jogador de há algumas temporadas atrás.

Claro, ele continuaria fazendo muitos gols e a diferença, mostrando toda sua determinação em campo, no entanto, correria o risco de ver a torcida do Madrid cobrar demasiado pensando que ele continua sendo o mesmo de há alguns anos. Caso as coisas não corressem bem e o clube não tivesse sucesso no seu retorno, até mesmo sua imagem de ídolo poderia sair um pouco tocada, então, com certeza que um possível retorno ao Madrid iria conter alguma dose de risco.

Reviver duelo Messi-Ronaldo seria ótimo para o futebol espanhol e mundial


Num momento em que as chances do Lionel Messi permanecer no Barcelona saíram reforçadas com a eleição de Juan Laporta, seria fantástico voltar a contar com aquele sensacional duelo que o argentino e o português protagonizaram durante muitos anos.

Poder assistir a um Barça-Real Madrid com ambos em campo seria muito emocionante não só para a torcida dos dois clubes, como também para todos os fãs de futebol espalhados por esse mundo fora. O futebol espanhol recuperaria sua grande relevância mundial se superiorizando novamente aos outros grandes campeonatos como o inglês, alemão ou italiano.

Laporta deveria priorizar a permanência de Messi em vez de sair contratando


messi_ronaldo_openplay.jpg

Todos sabemos que o Barcelona se encontra numa situação financeira muito difícil que se agravou ainda mais com a pandemia, então, eu não sou muito a favor de sair contratando novos jogadores nessa fase.

Em minha opinião, o Barcelona deveria apostar forte na manutenção de sua estrela Lionel Messi até porque Juan Laporta o conhece muito bem e poderá ter argumentos que outros não teriam.

Nós já vimos que o Messi vem aparecendo muito desde que Laporta chegou no clube, participando na eleição e até comparecendo na tomada de posse do novo presidente, então, tudo isso são sinais de que ele está disposto a conversar e quem sabe chegar num entendimento.
Ele é um património do clube e com ele permanecendo todos os valores negociados em patrocínios, bilheteria, etc, acabam sendo inflacionados por sua enorme reputação mundial. Honestamente, acredito que o clube beneficiaria muito de manter sua estrela ao invés de o deixar sair para trazer novos jogadores que não sabemos se irão resultar com a camisa do Barcelona.

Ronald Koeman deve continuar na próxima temporada


Há rumores circulando na imprensa espanhola de que Juan Laporta é um admirador do técnico do RB Leipzig Julian Naglesmann e pode estar considerando uma troca de técnico no final da temporada.

Sinceramente, eu penso que seria um erro e algo injusto para o Koeman pois ele vem fazendo um bom trabalho em circunstâncias muito difíceis. Além disso, agora que o clube está recuperando sua estabilidade a tendência é que as coisas só possam melhorar de futuro.

Ele está apostando muito em jovens jogadores, conseguiu classificar para a Final da Copa do Rei e ainda briga pelo campeonato espanhol, então, não tem porque estar pensando numa coisa dessas nesse momento. O importante é dar confiança para o atual técnico que está desenvolvendo um trabalho meritório.

APOSTE AGORA

Pedri pode dar muito certo no Barcelona e na seleção espanhola


O jovem médio Pedri foi chamado à seleção espanhola pela primeira vez e até já vem sendo comparado ao Andrés Iniesta por suas características e qualidade dentro de campo.

Sem dúvida que ele tem grande futuro no futebol do Barcelona e da Espanha pois joga muito fácil e tem grande visão de jogo, então poderá vir a ter a importância que o Iniesta teve em seus tempos áureos, porém ainda está numa fase de aprendizagem e crescimento e é importante lhe darmos o tempo necessário para amadurecer enquanto jogador.

Ter a responsabilidade de ser comparado ao Iniesta é um misto de consideração e peso, mas eu acredito que ele poderá realmente ser um jogador de topo daqui por uns anos.

Vinícius Jr. precisa seguir treinando sua finalização


O jovem Vinícius teve mais uma grande atuação pela Champions contra a Atalanta participando em grandes jogadas e ganhando um pênalti para o Real Madrid, porém voltou a pecar na finalização.

vinicius_real_1803.jpg

Já é claro que ele vem sentindo grandes dificuldades nesse quesito do jogo e precisa seguir treinando nesse aspeto específico do jogo, algo que eu sei ele está fazendo.

Além disso, ele também precisa de ter um pouco mais de tranquilidade em frente ao gol pois só assim poderá acertar mais vezes. Eu penso que isso também passa por alguma ansiedade que ele vem sentindo com o decorrer das partidas e no momento em que conseguir marcar em partidas sucessivas tudo irá mudar.

Não há dúvida de que se trata de um jogador de grande personalidade e talento, e no momento em que ele acertar no mais importante do futebol - o gol - com certeza passará a estar entre os melhores jogadores atuando na Europa.

Lucas Moura terá nova chance de se afirmar com lesão de Son


Claro que ninguém deseja que um companheiro de time se machuque, porém, a verdade é que com o sul-coreano Son machucado Lucas Moura terá nova oportunidade de jogar mais vezes e assumir maior protagonismo ao lado de Harry Kane e Gareth Bale.

Eu penso que o atacante brasileiro vem tendo uma campanha positiva com Jose Mourinho em 2020-21, porém, agora terá boa chance de se firmar ainda mais na equipe inicial e me parece que ele está pronto para isso, como sempre tem estado ao longo de sua carreira.

Santos sempre foi vitrine de jovens jogadores


O Santos atuou recentemente na Pré-Libertadores com muita juventude numa fase em que vem enfrentando graves problemas financeiros, no entanto, isso não pode ser considerado apenas uma consequência disso pois o Peixe sempre foi um clube que revelou grandes talentos.

santos_kaiki.jpg

Quando um clube tem por princípio dar oportunidade a seus jovens é normal que isso se prolongue no tempo e até ganhe maior incidência em tempos de dificuldades financeiras, no entanto, essa é uma característica do clube que acaba sendo importante para o auxiliar em tempos de dificuldades como está sendo o caso de momento.

Poder ser competitivo jogando com muitos jovens da casa é excelente, embora o ideal fosse que o clube pudesse mesclar isso com alguma experiência de jogadores mais creditados.

APOSTE AGORA

São Paulo está se reforçando para ganhar no imediato


Em sentido contrário temos o São Paulo que vem se reforçando com muitos jogadores experientes. Depois do Dani Alves e do Juanfran na temporada anterior, agora o time orientado por Hernán Crespo garantiu o zagueiro Miranda e o atacante Éder que irão trazer qualidade e experiência ao time.

Eu penso que o São Paulo é um daqueles clubes que chega muito necessitado de títulos pois vem assistindo aos sucessos de seus rivais como Corinthians ou Palmeiras nos últimos anos sem conseguir dar troco, e o torcedor certamente que está ansioso por um pouco de alegria.
Se trata de um clube com grande história no futebol brasileiro e sul-americano e acredito que o objetivo da diretoria do clube está bem definido e passa por ganhar no imediato.

RESPONDENDO AOS FÃS

Qual sua maior decepção no futebol? Troféu que não conquistou?

- Foram as Olimpíadas de 96 em que ficamos pelo Bronze quando eu senti que poderíamos ter conseguido a medalha de ouro. Esse foi um ano de 96 muito duro para mim por causa dessas olimpíadas em Atlanta.

Como você trabalhava sua mente após uma derrota em um jogo importante?

- Não são momento fáceis e você sempre vai um pouco abaixo naquela noite após o jogo. Mas quando você retorna aos treinamentos e foca no próximo jogo acaba esquecendo esse momento negativo. Então, o melhor para superar essa deceção é focar no próximo jogo e responder da melhor maneira dentro de campo.

Teve algum momento em que pensou desistir do futebol no início da sua trajetória no futebol?

- Sim, ocorreu perto de eu fazer meus 16 anos quando meu pai faleceu de um modo trágico. Eu fiquei muito triste e sem vontade de continuar jogando. Felizmente, minha mãe me incentivou a continuar e a cumprir o sonho de meu pai e acabei conseguindo realizar.

Se o Romário tivesse em 98 fazendo a tripla RRR com você e o Ronaldo a história seria outra?

romario_brasil.jpg

- É, foi uma pena ele ter se machucado lá na França pois era um grande jogador que com certeza poderia ter mudado o rumo das coisas naquela final contra os franceses. Ele se movimentava muito bem dentro da área e tinha facilidade de fazer gol, então seria mais uma arma importante para nós.

Aquele corta luz na final de 2002, você sabia que o Ronaldo tava ali ou ele gritou para você?

Quando o Kléberson me estava passando a bola eu já estava pensando em fazer isso porque sabia que o Ronaldo estava correndo nas minhas costas, mas a verdade é que no momento em que estou começando o movimento o Ronaldo me gritou também. Ou seja, nós pensamos exatamente na mesma forma de definir a jogada e tudo acabou saindo na perfeição.

Eu ainda pensei que o Ronaldo poderia depois tocar de primeira para mim e me isolar, mas penso que teria sido impedimento, então, ele tomou a melhor decisão e nos deu aquele 2-0 da tranquilidade na Final.

Como é ser ovacionado por um Camp Nou lotado?

É uma emoção indescritível e eu considero que passei momentos de grande alegria no Barcelona. Por vezes eu viajava nesses momentos pensando que tinha 90.000 ou 100.000 torcedores me aplaudindo daquele modo. Ficava até difícil de acreditar. Foi sem dúvida um grande sonho que vivi naquelas temporadas. Ficava mesmo muito feliz. Não dá para explicar por palavras.

***

Acesse todas as crónicas de Rivaldo em sua página exclusiva