A Betfair dá os Parabéns a João Sousa e Rui Costa pelas suas magníficas Conquistas!

Eis os rostos do orgulho nacional!

Este foi um Domingo mágico para o Desporto Nacional com dois títulos inéditos em diferentes modalidades, Ciclismo e Ténis.

No Ténis, e bem pela manhã, João Sousa inscreveu o seu nome na História do Ténis Nacional ao ser o primeiro tenista luso a vencer um Torneio ATP.

Mais tarde, foi a vez de Rui Costa voltar a "espantar" o Mundo do Ciclismo com a sua enorme qualidade. O ciclista português sagrou-se Campeão Mundial de Ciclismo há frente dos maiores nomes da actualidade numa demonstração soberba.

Mas vamos por partes:

--- No Ténis, a representação portuguesa tem-nos habituado a prestações de baixo nível que, normalmente não permitem aos nossos jogadores discutir títulos ATP, no entanto os anos mais recentes têm trazido algumas boas notícias nesse capítulo.

Depois de Frederico Gil já ter andado perto de conquistar um título ATP no Estoril há alguns anos, agora foi a vez de João Sousa dar o maior passo do Ténis Nacional.

Em Kuala Lumpur, e num quadro bastante respeitoso o tenista português agigantou-se e bateu grandes adversários ao longo da prova, nomeadamente o nº1 do torneio David Ferrer.

Certamente galvanizado com essa vitórias, o tenista português foi mais além e ultrapassou mais dois adversários de maior nomeada como Jurgen Melzer e Julien Benneteau, arrecadando assim um título inédito para o Ténis português.

--- No Ciclismo, Rui Costa confirmou as óptimas indicações deixadas ao longo do ano - vitória final na Volta à Suíça e duas vitórias de etapa no Tour de France - e venceu o Campeonato Mundial de Estrada contrariando as expectativas dos ciclistas de países mais poderosos.

Olhando à classificação final da prova, podemos encontrar Joaquin Rodriguez, Alejandro Valverde e Vincenzo Nibali nas posições a seguir ao "nosso" ciclista.

Assistir aos últimos dois quilómetros de etapa deve ter sido um sonho para qualquer adepto da modalidade no nosso país. Rui Costa foi arranjar forças - após mais de 270 quilómetros - para fugir a Nibali e Valverde, e alcançar Joaquin Rodriguez na recta da meta, acabando por bater "Purito" num emocionante sprint final. Simplesmente Fantástico!!

Como não poderia deixar de ser, a Betfair congratula-se por estes dois fantásticos feitos dos nossos desportistas e, naturalmente agradece a sua estupenda performance! Obrigado!