Apostas ATP Tour Finals Dia 7: Semifinais renhidas e competitivas em perspectiva

Roger Federer é o novo favorito do torneio em Londres

É dia de Meias-Finais no ATP Tour Finals este Sábado, com alguns confrontos improváveis que Dan Weston irá discutir aqui...

"Os seus frente-a-frente têm sido muito orientados para o serviço, com ambos os jogadores a assegurarem o seu respetivo jogo em mais de 90% das vezes, e eu ficaria surpreso se isso fosse muito diferente hoje."

Nadal afastado, apesar de vitória na sexta-feira


Com o favorito pré-torneio Novak Djokovic afastado na quinta-feira, Rafa Nadal juntou-se a ele na sexta apesar de ter vencido Stefanos Tsitsipas. Nadal voltou a não enfrentar qualquer ponto de break, com os números do seu serviço bons, portanto a sua eliminação foi um real golpe para ele - pode, ainda assim, consolar-se com o facto de terminar o ano como nº1 mundial.

A razão que levou Nadal a ser afastado deveu-se ao facto de Daniil Medvedev não ter evitado o triunfo de Alexander Zverev com o germânico a prevalecer em dois sets renhidos numa partida que teve apenas duas oportunidades de break ao longo de todo o desafio. Medvedev foi claramente azarado por perder 2-0 tendo em conta que só venceu menos três pontos no jogo inteiro, sugerindo que até assegurou mais facilmente o seu serviço em termos gerais.

Federer com ascendente em jogo previsivelmente renhido


Isto volta a demonstrar as ténues margens com que os jogos de ténis são muitas vezes decididos e é muito possível que vejamos mais do mesmo nas meias-finais de hoje. No embate da tarde, por volta das 14 horas, Tsitsipas tem a difícil tarefa de bater Roger Federer, pois em termos estatísticos é o suíço quem leva relativa vantagem face ao tenista grego.

Este ano em indoor, Federer venceu um pouco mais de pontos no serviço mas é na resposta que tem uma vantagem maior (de 8%) face a um Tsitsipas que tem um estilo muito mais orientado para o serviço, embora o grego se possa focar no seu sucesso frente a Federer no Open da Austrália em Janeiro quando iniciou o encontro como 'underdog' de 6.005/1.

Os seus encontros até ao momento têm sido renhidos com as três vitórias de Federer a chegarem em sets directos por 7-6, 7-6 ou 6-4 6-4, e a dupla disputou cinco tiebreaks em dez sets completos nos seus confrontos directos. Estes frente-a-frente têm sido muito orientados para o serviço, com ambos os jogadores a assegurarem o seu respetivo jogo em mais de 90% das vezes, e eu ficaria surpreso se isso fosse muito diferente hoje.

Federer está a 1.384/11 para vencer o encontro, o que me parece ligeiramente acima do esperado, mas nada demais. Ele também tem apresentado melhores números esta semana (novamente com vantagem na resposta) e eu penso que o mercado está ajustado.

Zverev perto da valia diante de Thiem


Este também será o caso no encontro de hoje à noite (por volta das 20) com Dominic Thiem como ligeiro favorito a 1.768/11 para superar Alexander Zverev. Para ser honesto, o progresso de ambos os jogadores é uma surpresa para mim - ambos chegaram com fracos dados estatísticos em piso duro/indoor este ano - e para mim, Thiem parece um favorito muito vulnerável, embora este preço me pareça um pouco curto.

Eu acho que qualquer coisa acima de 2.407/5 pelo campeão em título Zverev iria colocar-nos perto do território de valor, portanto ele precisa de deslizar mais uns ticks dos seus actuais 2.305/4 - eu certamente que prefiro Zverev a Thiem aos preços actuais, no entanto, na minha visão o mercado não oferece ainda valor realmente atractivo pelo germânico.

Eles já se enfrentaram em sete anteriores ocasiões antes de hoje embora não se enfrentem desde Maio de 2018, e só por duas vezes desde que são ambos jogadores do top-10 (1-1). É muito difícil olhar aos seus três primeiros confrontos com algum significado, pois Zverev estava pelos lugares de top-50 na altura desses embates - hoje teremos um tipo de embate bem diferente nas semifinais do ATP Tour Finals.

A não ser que as odds de Zverev subam um pouco mais, este parece um jogo onde é melhor assistir numa perspectiva pré-encontros e eu antecipo mais um duelo muito renhido - similar ao do triunfo de Zverev sobre Medvedev no dia de ontem.

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"