Apostas NBA 2021: Guia das Equipes da Conferência Leste

Giannis Antetokounmpo renovou com os Bucks e continua sendo a estrela da Conferência Leste

A temporada 2020-21 da NBA se inicia amanhã, então Mike Carlson nos deixa com o Guia das Equipes da Conferência Leste incluindo os Milwaukee Bucks que é considerado o mais forte time da zona por nosso colunista...

"Eu vejo os Bucks como o time mais forte da divisão, porém os Nets com novo look e dois veteranos espectaculares como Kevin Durant e Kyrie Irving podem brilhar."

Brooklyn Nets @ 6.50

O Leste não é tão forte no topo quando o Oeste. De momento, é uma corrida a dois com um grupo de possíveis perseguidores, e uma longa horda de 'outsiders' sonhando andar perto. Segue o meu guia das equipes com suas atuais odds para Campeão.

Os Mais Fortes

Milwaukee Bucks 6.50

A grande questão era entender se após sua segunda deceção nos playoffs pela segunda temporada em sucessão, os Bucks iriam conseguir manter sua estrela Giannis Antetokounmpo feliz e focado. Conseguiram-no ao lhe oferecer uma extensão de contrato de cinco anos por valor recorde de $225 milhões. Eles tentaram trazer Bogdan Bogdanovic e Jrue Holiday para o ajudar, porém no final tiveram de se contentar com Holliday, que lhes custou três escolhas no draft e mais duas trocas, porém sua versatilidade e defesa como base irá provavelmente retirar alguma pressão sobre seu grande jogador.

Os Bucks tentaram outro lançador exterior para complementar com Khris Middleton, talvez Bryan Forbes o possa fazer. O recém-chegado Bobby Portis é um bom suplente de Gianiis, que continua a precisar melhorar aspetos do seu jogo (como faltas e lançamentos) mas será a âncora da melhor equipe defensiva da temporada a poder determinar se irão ou não brilhar nos playoffs desta vez.

Brooklyn Nets 6.50

Eu vejo os Bucks como o time mais forte da divisão, porém os Nets com novo look e dois veteranos espectaculares como Kevin Durant e Kyrie Irving podem brilhar, embora ambos venham de lesões complicadas no ano anterior e seja difícil prever a forma que irão alcançar durante o ano.

durant_nets.jpg

O novo técnico Steve Nash precisa de dar ritmo a seus veteranos, e a aquisição de Landry Shamet e Jeff Green (em sua 9ª equipe da NBA em sete anos) significa que ele pretende mais tiro exterior junto com Joe Harris, o que é interessante pois Carris LeVert e Spencer Dinwiddie são mais adeptos de entrar para o cesto, e o poste DeAndre Jordan de 32 anos será uma âncora interior. Jarrett Allen pode ter mais tempo no centro, mas Nash precisa encontrar um mix de todos estes talentos e jogar à defesa enquanto o vai fazendo. Potencialmente, porem tornar-se numa real ameaça.

Outsiders de levar em conta

Miami Heat 15.014/1

Eles bateram os Celtics e atingiram as finais dos playoffs, onde as lesões os impediram de competir. No ano passado eles trouxeram Jimmy Butler para ser sua estrela e ele correspondeu grandemente. Bam Adebayo é um pequeno mas forte poste, e o rookie Tyler Herro pareceu revigorar Goran Dragic, por quem Butler insistiu que ficasse em Miami ao invés de perseguir mais dinheiro noutro local. Eles adicionaram os especialistas defensivos Avery Bradley e Maurice Harkless, enquanto sua 'outra' estrela rookie Kendrick Nunn pode ser utilizado como sexto elemento. Junta-lhe Andre Iguodala que sempre aparece nos playoffs e os Heat podem voltar a brilhar.

Toronto Raptors 17.016/1

Os Raptors irão disputar suas partidas em casa em Tampa por causa das restrições canadianas quanto ao Covid, o que são grandes notícias para os pássaros da neve mas não tanto para a equipe. Eles estiveram bem no ano anterior após perderem Kawhi Leonard para os Clippers e este ano perderam Marc Gasol e Serge Ibaka para cada um dos times de LA. Assinaram com Aaron Baynes, porém embora seja duro no jogo interior, ele não tem a qualidade atacante que Gasol e Ibaka ofereciam.

Eles pagaram caro para manter Fred Van Vleet no jogo exterior junto com Kyle Lowry, porém Lowry já tem 34 anos e não poderá continuar jogando por 36 minutos a cada jogo. A chave para o técnico Nick Nurse é o camaronês Pascal Siakam que pode dar o passo em frente para se tornar uma estrela, além do britânico Anuoby que pode ser seu parceiro ideal. Bayens e Chris Boucher podem controlar no interior, o que será essencial no Leste, mas se não conseguirem, e se os extremos não mostrarem serviço, Lowry pode ser negociado mais à frente na temporada.

Boston Celtics 17.016/1

Os Celtics perderam Gordon Hayward de vez, e essa pode ser uma perda difícil de reparar. Deu para ver quando Hayward falhou toda a temporada 2018-19 por lesão, e depois nos playoffs, onde assim que ele ficou de fora, Miami e Adebayo tomaram conta do assunto. Boston tem duas superestrelas em Jaylen Brown e Jason Tatum, mas Hayward era essencial tanto como terceiro, como opção de tiro exterior e um jogador defensivo contra equipes fortes. Se Marcus Smart tiver de ser sua terceira opção ofensiva poderão força-lo a lançar de três, e suas médias não são grande coisa.

pacers_celtics.jpg

Os Celts também não têm Kemba Walker até muito à frente na temporada. Eles assinaram com Jeff Teague para o substituir mas Teague não pode oferecer tanto ofensivamente. Brad Stevens e o GM Danny Ainge parecem desejar alinhar com um base e quatro atacantes. Eles perderam o poste Enes Kanter mas assinaram com Tristan Thompson dos Cavs para juntar com Daniel Theis, porém eles parecem redundantes. Eles passaram três vezes nos gigantes no draft, e suas duas escolhar chace foram Peyton Pritchard, o base mais ao estilo de Ainge disponível, e Aaron Nesmith, que pode se tornar noutro do estilo de Brown/Tatum. Mas nenhum é exatamente o que precisam agora.

Philadelphia 76ers 17.016/1

Como sempre, a temporada dos Sixers irá depender da vontade de Joel Embiid, o talentoso para permanentemente frustrado poste, embora tenha sido a lesão de Ben Simmons a comprometer sua temporada nos playoffs. O novo técnico Doc Rivers pretende reduzir a dependência do time nos jogadores altos. O novo presidente do clube Daryl Morey trouxe Seth Curry e Danny Green, ambos lançadores que podem se espalhar pelo court, e Dwight Howard, que pode ser um punidor no jogo interior em momentos chave.

É importante reter que Tobias Harris teve os seus melhores anos como jogador com Rivers nos Clips, e um jogo mais arejado pode o favorecer. Rivers, que também foi base, irá necessitar de convencer Simmons a delegar algumas de suas oportunidades ofensivas, especialmente as que não são boas, e partilhar mais a bola com novos jogadores e lançadores vindos do banco como Shake Milton ou Mike Scott.

Indiana Pacers 81.0

Os Pacers basicamente não fizeram nada na pré-temporada, mas trouxeram o novo técnico Nate Bjorkgren para tentar mesclar melhor as peças disponíveis. Ele foi assistente de Nurse em Toronto, e começou sua carreira profissional como assistente de Nurse com os Iowa Energy na então D-League. O elenco do time parece melhor formatado para jogar um basquete rápido e voltado para os três pontos, especialmente se Victor Oladipo conseguir distribuir mais bola de sua posição, enquanto Malcolm Brogdan pode ser um sério tormento para os times como base.

oladipo_pacers.jpg

Domantas Sabonis na posição 4 encaixará na perfeição, desde que seus problemas no pé não continuem tal como acontecia com seu pai, e TJ Warren teve um ano de despontar. Então, a questão será se Myles Turner pode corresponder no interior enquanto poste. O banco inclui os manos Holliday e Doug McDermott, todos capazes de alongar o court, porém Jeremy Lamb está fora o ano todo. Este time pode estar mais formatado para o Oeste, porém se Bjorkgren pos conseguir colocar na versão de Midwest dos velhos Warriors, ou até dos Raptors de Nurse, eles podem surpreender.

Onde Encontrar Valor

Os Lakers a 3.814/5 na página de Esportes para vencer o segundo título em sucessão parece dinheiro em caixa, embora seja uma temporada tão difícil de prever em circunstâncias normais, e o Covid pode sempre estragar as coisas. Lembra-te que as equipes sabem tão bem quanto os fãs que o que realmente importa são os playoffs, e aqueles com times mais veteranos irão sacrificar vitórias na fase regular e colocações para descansar seus jogadores chave. É por isso que eu gosto mais dos Lakers para serem campeões do que para vencerem a Conferência Oeste a 2.55.

Os Nets a 2.55 para vencerem a Divisão Atlântica parece bem, e os Jazz a 3.505/2 têm valor na Divisão do Noroeste. Tentar handicap de vitória é mais difícil, mas os Celtics podem superar as 44.5 vitórias a 2.01/1, assim como os Pacers no Mais de 38.5 a 1.834/5, Utah no Mais de 42.5 a 1.674/6 e Miami no Mais de 43.5 vitórias a 1.84/5.