Apostas La Vuelta 2019: Roglic no controlo antes do contra-relógio

Primoz Roglic tem corrido de modo muito frio e sólido até este momento

A Volta a Espanha entra hoje no seu primeiro dia de descanso e Primoz Roglic continua a ser o alvo a abater pela concorrência. o Contra-relógio de amanhã pode acentuar essa tendência...

"Vencer uma das etapas mais duras da Vuelta no seu ano de estreia em grandes voltas é um sinal de qualidade por parte de Tadej Pogacar que emergiu da chuvada que caiu este Domingo como vencedor, superiorizando-se a Nairo Quintana no troço final."

Serenidade de Roglic tem impressionado


Depois do falhanço na Volta a Itália onde não foi além da terceira posição, Primoz Roglic parece ser um homem numa missão e, até ao momento, tem passado com distinção nos vários momentos de montanha da primeira semana.

O esloveno da Jumbo-Vysma chega ao dia de paragem a seis segundos do líder Nairo Quintana e à frente de Alejandro Valverde e Miguel Angel Lopez, podendo distanciar-se da concorrência já na terça-feira num contra-relógio individual que pode ser crucial para o desfecho da prova.

Roglic é largamente favorito a vencer a Etapa 10 com cotação de 1.501/2, e se a lógica imperar nesse dia tende a forjar uma vantagem bem saudável para com os seus mais directos concorrentes.

É por essa razão que também já negoceia como destacado favorito à vitória final com cotação de 1.645/8, confirmando assim o favoritismo de que beneficiava antes do começo da prova.

Maldito azar de Miguel Angel Lopez


O dia de ontem parecia destinado a colocar o ciclista colombiano da Astana novamente na liderança da prova, mas desta feita com uma vantagem mais saudável uma vez que chegou a levar 40/50 segundos de vantagem sobre os seus rivais.

Mas o azar do 'SuperMan' em provas de três semanas voltou a fazer-se sentir e um toque de rodas com Sergio Higuita antes do começo da montanha final originou uma queda que permitiu que os rivais o alcançassem e até acabassem por lhe ganhar algum tempo mercê dos danos que ficaram na bicicleta do colombiano.

De acordo com a equipa Astana e o próprio atleta não houve danos físicos após a queda, mas a bicicleta ficou algo danificada pela lama e gravilha da fase final do dia, e como não era possível trocar rapidamente de bicicleta, a opção foi minimizar as perdas até final.

Lopez está agora cotado em 6.4011/2 para vencer a Volta a Espanha mas poderá ter perdido uma oportunidade de ouro para ganhar tempo precioso, pois deverá perder bastante tempo no contra-relógio.

De qualquer modo, a confirmar-se que não sofreu quaisquer danos físicos após essa queda, acredito que fará diferenças na montanha na semana final e terá condições de terminar pelo menos no pódio. Neste momento, negoceia a 1.664/6 para o conseguir, mas talvez seja mais sensato esperar pelo contra-relógio, pois a sua cotação poderá subir após esse dia.

O nascimento de uma estrela

pogacar_vuelta.jpg

Vencer uma das etapas mais duras da Vuelta no seu ano de estreia em grandes voltas é um sinal de qualidade por parte de Tadej Pogacar que emergiu da chuvada que caiu este Domingo como vencedor, superiorizando-se a Nairo Quintana no troço final.

O jovem esloveno, vencedor da Volta a França do Futuro, não engana ninguém e com Fabio Aru longe do seu melhor, terá toda a liberdade para tentar a melhor classificação possível nesta Volta a Espanha.

Isso são excelentes notícias para esta coluna que sugeriu que o ciclista da UAE Team Emirates terminaria no Top-10 no final da competição na antevisão pré-torneio. Neste momento, com a forma que tem demonstrado e com a competência que tem em contra-relógios, só uma queda ou uma quebra física na última semana o impedirão de nos dar essa aposta vitoriosa.

Esta Terça-feira, Pogacar pode confirmar que também anda bem nos 'cronos' e olho com interesse para uma aposta no jovem esloveno para fazer Top-3 na etapa com cotação atractiva de 5.004/1 no Intercâmbio.

Movistar continua uma verdadeira confusão


A formação espanhola continua a ser pura e simplesmente impossível de ler em termos tácticos ou de objectivos. Após os primeiros dias de Vuelta, declararam que Alejandro Valverde seria o chefe de fila, mas a verdade é que tem sido Nairo Quintana a atacar mais vezes na alta montanha, como se viu este Domingo.

Por outro lado, a estratégia com Marc Soler foi um fiasco total. Primeiro, não fizeram o ciclista espanhol descair mais cedo para auxiliar Quintana, e quando o fizeram já era tarde demais privando o ciclista de lutar pela vitória de etapa, ao mesmo tempo que também Quintana não revelava força para perseguir Pogacar.

A Movistar precisa reunir os seus atletas e definir uma estratégia clara para as próximas duas semanas caso queira derrotar Primoz Roglic, pois assim será muito mais difícil com cada ciclista a correr por si mesmo.

Neste momento, Nairo Quintana 7.6013/2 tem a Camisola Vermelha mas irá perde-la já no Contra-Relógio, ao passo que Alejandro Valverde 16.0015/1 está a 20 segundos do colombiano e pode perfeitamente ultrapassa-lo após o 'crono', pois anda bem melhor nesse tipo de esforços.

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"

SALDO DE APOSTAS 2019-20

21.5 unidades - Retorno = 23.14
Lucro = +1.64 unidades