Apostas Tour 2013: Última etapa para "sprinters" antes dos Pirinéus...

Estes homens entram em acção no fim-de-semana...

Esta Sexta-Feira, teremos a última etapa a rolar antes da chegada à Montanha a sério. A luta dos "sprinters" tem estado muito equilibrada e amanhã volta a ser complicado apontar um favorito...

A partir de Sábado tudo mudará na história do Tour de France 2013 e ciclistas como Simon Gerrans ou Daryl Impey darão o seu lugar aos "gigantes do pelotão".

Esta Quinta-Feira foi a vez de Andre Greipel festejar depois de Mark Cavendish e Marcel Kittel já o terem feito em etapas anteriores.

Isto equivale a dizer que três dos mais fortes "sprinters" do Tour já venceram, se bem que Mark Cavendish possa dizer que vencer apenas uma etapa em várias chegadas em "sprint" não é algo magnífico.

Mas o ciclista que mais deve estar a dar voltas à cabeça é Peter Sagan. O fantástico ciclista eslovaco tem andado na discussão de quase todas as etapas e lidera mesmo a Camisola Verde, no entanto para mal dos seus pecados já leva 3 segundos lugares em etapa e um 3º.

Isto dá-lhe alguma vantagem na liderança da Camisola Verde 1/31.32 mas um enorme amargo de boca por continuar a deixar fugir vitórias por questão de milímetros.

A 7ª etapa terá mais de 200 quilómetros e quatro contagens de Montanha, no entanto não é expectável que essas subidas de baixa categoria possam afectar o "sprint" final e, assim sendo Mark Cavendish 12/53.35, Peter Sagan 4/15.1, Andre Greipel 11/26.6 e Marcel Kittel 19/120.0 são os principais candidatos a vencer esta etapa de transição.

A partir de Sábado tudo mudará na história do Tour de France 2013 e ciclistas como Simon Gerrans ou Daryl Impey deverão dar o seu lugar aos "gigantes do pelotão".

A Classificação Geral que amanhã iremos ver deverá sofrer uma clara alteração durante o fim-de-semana.

Chris Froome a 4/51.79 continua intocável como favorito a vencer o Tour, mas Alberto Contador, a 3/13.95 estará pronto para a batalha que começarão a travar no Sábado, já nos Pirinéus, numa etapa que termina com uma Contagem de Categoria Especial e outra de 1ª Categoria.

Rui Costa, o melhor ciclista português da actualidade, está já no top-20 da Volta a França nesta fase, no entanto as quedas são motivo para apreensão. O corredor da Movistar terminou em 18º lugar em 2012 e estará apostado em melhorar a sua prestação já este ano...