Apostas Bristol City X Man City: Johnson pode deixar a sua marca, mas Pep prevalecerá

Lee Jonhson pode voltar a dar muito que pensar a Guardiola em Ashton Gate...
Abrir Conta
Ver mercado

Tem sido um complicado início de 2018 para o Bristol City mas eles continuam capazes de oferecer uma bela exibição da segunda mão da sua meia-final da Carabao Cup com o Manchester City em Ashton Gate...

"O Manchester City tem imensos jogadores de qualidade, mas a ausência de Silva é bastante sentida. De Bruyne tem momentos de brilhantismo a solo, mas é a presença de espírito de Silva que torna esta equipa uma máquina bem oleada. Os jogadores à sua volta ficam mais eficientes."

Bristol City v Manchester City
Terça-feira, às 19:45 (Portugal) / 17:45 (Brasil)

Robins prontos para uma noite especial


O Bristol City acabou com a série de cinco derrotas consecutivas com um empate 0-0 frente ao Derby na sexta-feira. Os Robins ameaçaram esporadicamente, mas passaram a maior parte dos 90 minutos na defesa, Aden Flint safou-se dum penalti quase no fim do jogo, quando Cameron Jerome levou um amarelo por simulação, apesar da repetição mostrar claramente que houve contacto.

O jogo em Pride Park também teve duas substituições por lesão. O guarda-redes Frank Fielding (lesão na virilha) e o defesa central Nathan Baker (lesão no tornozelo) foram forçados a sair ao intervalo, mas nenhuma das lesões é grave.

A recuperação de Baker é mais importante. Fielding tem um substituto à altura, Luke Steele, que controlou muito bem os Rams depois do intervalo. Também jogou quando bateram o Manchester United na última ronda.

Há já cinco jogos consecutivos que o Bristol City não marca em jogo corrido, o penalti de Bobby Reid na primeira mão no Estádio Etihad foi o único golo da equipa em 2018. Mas ultimamente têm enfrentado adversários fortes como os Wolves, o Aston Villa e o Derby. O único resultado inesperado foi a derrota em casa por 1-0 frente ao Norwich.

Não podemos recriminar os jogadores de Lee Johnson pela forma recente. Só perderam três jogos nos primeiros 29 jogos esta época e a Taça Carabao tem sido uma boa distracção esta temporada. Num estádio cheio de apoiantes, é garantido que vão fazer um esforço monumental.

Guardiola roda a equipa - mas quanto?


Pep Guardiola tem um dilema em relação à rotação no Manchester City. A sua equipa tem a vantagem, depois da vitória por 2-1 há duas semanas, com o golo de Sergio Aguero no final do jogo.

Os Sky Blues apanharam um susto nessa noite. Não porque subestimaram o Bristol City, mas mais porque ninguém estava à espera que uma equipa do Championship fosse tão positiva, enérgica e agressiva a atacar fora de casa.

O líder da Premier League tem estado ligeiramente - mas claramente - mais fraco nesta competição. A retenção de bola é igualmente impressionante e controlam o jogo durante longos períodos, mas qualquer alteração no alinhamento da equipa - como Claudio Bravo a substituir Ederson na baliza - resulta numa perda de eficácia no campo inteiro.

Como tem de proteger a vantagem, é provável que Guardiola escolha substitutos com bom controlo de bola - jogadores como Ilkay Gundogan ou Bernardo Silva - enquanto mantém um ou dois marcadores de topo no banco, se precisar de um golo mais tarde. A decisão mais importante pode ser se deixa Kevin De Bruyne no banco ou não.

Kyle Walker também é um substituto habitual nos jogos da taça, mas David Silva pode nem sequer jogar. O espanhol não jogou em sete dos últimos 11 encontros para poder passar tempo com a família, depois de ter tido um filho prematuro.

O Manchester City tem imensos jogadores de qualidade, mas a ausência de Silva é bastante sentida. De Bruyne tem momentos de brilhantismo a solo, mas é a presença de espírito de Silva que torna esta equipa uma máquina bem oleada. Os jogadores à sua volta ficam mais eficientes.

Robins podem marcar e depois ficar sem gás


Se estás à procura dum padrão, podia haver pior que os dois últimos encontros do Bristol City nesta competição contra os dois clubes de Manchester (se não contarmos com o drama dos descontos). Os Robins estão a [4.50] para marcar o primeiro golo e podes apostar no resultado exacto 1-1 a [13.00], ambas as apostas vão contra o resultado esperado mas podem dar lucro.

Apesar de ser pouco provável que a regra invulgar desta competição em relação aos golos fora (aplicável depois de 120 minutos) seja importante, logo a seguir à derrota no Etihad, Lee Johnson disse que um resultado de 1-0 é suficiente para a sua equipa chegar a Wembley.

Tendo em conta os problemas que têm tido no último terço, Johnson imagina que o 1-0 é de longe a forma mais provável do Bristol City conseguir o impensável, o que não significa que vá alterar muito a táctica que lhe trouxe resultados no primeiro jogo.

Se os Robins pressionarem a equipa de Guardiola tão agressivamente como há duas semanas, o resultado pode ser caótico e pode haver muita acção à boca da baliza, mas mais rotatividade não se traduz sempre numa abundância de golos. De qualquer das formas, o visitante tem mais energia e deve ganhar.


Apostas Recomendadas
1pt Bristol City marca primeiro @ [4.50]
1pt Resultado Exacto 1-1 @ [13.00]

Redação,