Apostas Mundial 2018 - Grupo B: Espanha deverá confirmar credenciais

Este parece um fortíssimo onze inicial da selecção espanhola
Ver mercado

O Grupo B contém dois pesos-pesados europeus e duas formações resilientes que se focam em defender bem. Jamie Pacheco analisa as quatro equipas e sugere as melhores apostas...

"A Espanha parece feita para este tipo de desafio. Eles podem acabar superados por uma Alemanha que joga um futebol muito rápido e físico que pode comprometer o seu ritmo de jogo mas eles parecem mais do que suficientes de vencer pelo menos duas partidas a eliminar frente a qualquer dos restantes rivais."

Espanha


A Espanha pode vencer o Campeonato do Mundo a [7.40]. Eles preenchem todos os requisitos necessários de um campeão do mundo. Excelente campanha de qualificação, um treinador experiente, um forte onze inicial, imensas opções no banco, uma defesa sólida que termina muitos jogos sem consentir golos, e uma mistura de juventude e experiência, para além do know-how de já terem vencido torneios no passado. Mais relevante ainda é o facto de jogadores da classe de Sergio Ramos, Gerard Pique, David Silva e Andres Iniesta terem todos feito parte desses três títulos internacionais em 2010, 2012 e 2014.

Porém, se há área que pode gerar apreensão é na frente, É sempre uma estratégia arriscada colocar demasiada fé em Diego Costa por razões físicas e disciplinares. Alvaro Morata ficou em casa deixando apenas duas alternativas improváveis - Iago Aspas e Rodrigo - com pouca experiência internacional.

Ainda assim, Marco Asensio e Lucas Vazquez do Real Madrid podem também jogar na frente se necessário.

Outra opção é nem sequer alinhar com um verdadeiro ponta de lança de início. E foi assim que conquistaram o Euro 2012.

Portugal


Ninguém parece esperar que Portugal se possa aproximar de dar sequência ao seu sucesso no Euro 2016. Eles tiveram uma tremenda sequência lá, com um acessível percurso até à Final e beneficiaram de dois golos em Prolongamento e uma vitória nas Grandes Penalidades para comemorarem o seu primeiro grande título. É improvável que tanto volte a correr a seu favor novamente.

Mas todos terão bastante respeito por eles. Não apenas devido a essa vitória mas por causa da vasta experiência do técnico Fernando Santos e do facto de poucas equipas poderem competir com Portugal em termos de qualidade técnica. Defesas-centrais que sabem jogar, a capacidade de conservar a posse de bola, e jogadas vistosas dos homens da frente podem desbloquear partidas renhidas.

Ah sim, eles também têm Cristiano Ronaldo. Ele marcou mais de 50 golos esta época entre clube e selecção e não mostrou sinais de abrandamento nesse departamento. Não acredites na teoria de que a sua disputa por um novo contrato no Real possa afectar as suas exibições. Poucos jogadores neste desporto estiveram mais focados que ele quando tem um objectivo em mente.

Irão


Pode o Irão ser a nova Grécia? Uma sequência de nove partidas sem sofrer em 10 jogos, apenas cinco golos consentidos em 18 partidas de qualificação e nenhuma derrotas nessas 18 ocasiões sugerem que o seu plano de jogo será muito similar.

Carlos Queiroz está ao comando e como homem que foi nº2 de Alex Fergusom por tanto tempo, brevemente passou por treinador do Real Madrid e até de Portugal, certamente que não é um mau elemento como comandante.

Eles vão tentar frustrar, correr muito, e defender como se disso dependesse as suas próprias vidas mas como sempre nessa estratégia, podem encontrar-se entre a dúvida se/quando vão sofrer golo. Jogar para o 0-0 é sempre um risco óbvio.

Marrocos


Outra equipa que tem defendido melhor do que atacado. Eles não concederam qualquer golo em oito partidas de qualificação e defrontaram rivais como a Costa do Marfim, Gabão e Mali, portanto foi um esforço maior do que poderia parecer à primeira vista.

Ao contrário da Arábia Saudita, eles têm jogadores de muita experiência em grandes clubes europeus e isso pode fazer grande diferença mas extrair algo deste Grupo com 'Dois Grandes' parece continuar a ser uma missão demasiado exigente.

Portugal deve terminar na vice-liderança


Em termos gerais, a Espanha é melhor equipas que Portugal e seria uma clara surpresa se os homens de Fernando Santos os derrotassem quando se defrontarem logo na partida inaugural. Vale a pena relembrar que a defensiva espanhola conhecerá muito bem Ronaldo (bem, tu sabes o que quero dizer) de jogar contra e na mesma equipa na La Liga. O melhor que Portugal pode esperar é um empate e se esse for o caso, também é provável que a Espanha marque mais golos que Portugal frente às duas restantes equipas, vencendo assim o grupo pelo diferencial de golos.

De qualquer forma, parece existir uma grande diferença de qualidade entre Portugal e as outras duas equipas do Grupo, portanto de uma maneira ou outra os vencedores do Euro 2016 devem acabar na segunda posição do Grupo a [2.10].

Espanha a bom preço para atingir as semifinais


O que as pessoas querem dizer quando uma equipa é perfeita para partidas a eliminar? Bem, todos terão a sua própria visão mas para mim tem haver com o facto de saberem como superar as adversidades e fazer o que é preciso para se qualificar. Qualquer coisa desde defender uma liderança de 1-0 para aparecer com maiores índices físicos num Prolongamento é válido, assim como qualidades técnicas e capacidade para converter a penalidade decisiva. Uma banco de qualidade com ritmo e potencial goleador pode fazer a diferença nos momentos chave quando as pernas começam a cansar. Lembras-te de alguma equipa com esses predicados?

A Espanha parece feita para este tipo de desafio. Eles podem acabar superados por uma Alemanha que joga um futebol muito rápido e físico que pode comprometer o seu ritmo de jogo mas eles parecem mais do que suficientes de vencer pelo menos duas partidas a eliminar frente a qualquer dos restantes rivais.

Eles são uma aposta muito sólida para atingir as Meias-Finais na Rússia a [2.38]


APOSTAS RECOMENDADAS:
Portugal para terminar em 2º Lugar no Grupo B @ [2.10]
Espanha para atingir as Meias-Finais @ [2.38]

Redação,