Apostas UEFA Nations League: Quando, como e quem pode vencer a prova

Romelu Lukaku esteve imparável frente ao Burnley no fim-de-semana e é peça-chave para a Bélgica
Ver mercado

A mais recente competição da UEFA arranca esta semana e Jamie Pacheco apresenta o formato do torneio, quando os jogos terão lugar e qual a aposta mais indicada para a edição inaugural.

"Mas é aqui que as coisas ficam interessantes. A Liga das Nações abre uma porta nas traseiras para mais quatro equipas se seleccionarem para o Euro 2020, que se vão juntar às restantes 20 que se qualificaram da maneira “normal”. Cada vencedor do Grupo participa em play-offs e há depois um vencedor em cada Liga."

Em 1920 foi formada a Liga das Nações (substituida pelas Nações Unidas) após a Primeira Guerra Mundial. Em 2014 foi criada a Liga das Nações da UEFA e ficou acordado que a edição inaugural seria depois do Mundial de 2018. Mas o que é, como é que funciona e o que é que se ganha?

Porque é que criaram a Liga das Nações?


Para dar um objectivo aos "amigáveis sem objectivo". Após décadas de amigáveis internacionais desmotivantes em que ninguém queria participar porque não contavam para nada, a UEFA deu-lhes significado. Já vamos lá. Também se ganha bom dinheiro.

Quem participa?


Os 55 países que fazem parte da UEFA. O Kosovo não entra, porque não era um membro reconhecido da UEFA quando a Liga das Nações foi criada. Os 55 países são divididos em quatro grupos baseados nos rankings da FIFA. Por isso a Liga A tem todos os grandes: Alemanha, França, Espanha, Bélgica, Inglaterra, etc.

As Ligas A e B são depois divididas em quatro grupos de três e as Ligas C e D são divididas em grupos de três ou quatro.

Qual é o formato?


Entre Setembro e Novembro de 2018 as equipas defrontam-se em casa e fora. Devido à qualidade das equipas no Grupo A, vamos ter espectáculo de certeza. Esta semana temos o Alemanha v França na quinta-feira, o Itália v Polónia na sexta e o Inglaterra v Espanha no sábado.

Os vencedores de cada um dos grupos da Liga A passam às meias-finais, jogadas em Junho de 2019 e depois há uma final para decidir o vencedor da Liga das Nações.

Todos os outros jogam para serem promovidos ou não descerem de grupo. Ficar no último lugar do grupo significa que se desce de divisão, ficar em primeiro lugar significa que se sobe.

Qual é a interferência com a qualificação para o Euro 2020?


Não há muita interferência. O processo de qualificação é o mesmo, com jogos entre Março e Novembro de 2019. O sorteio é em Dezembro deste ano.

Vão haver dez grupos para a qualificação e os dois primeiros de cada grupo qualificam-se para o Euro 2020.

Mas é aqui que as coisas ficam interessantes. A Liga das Nações abre uma porta nas traseiras para mais quatro equipas se seleccionarem para o Euro 2020, que se vão juntar às restantes 20 que se qualificaram da maneira "normal". Cada vencedor do Grupo participa em play-offs e há depois um vencedor em cada Liga. Isto significa que mesmo equipas no fundo da Liga D podem qualificar-se desta forma, potencialmente uma via mais fácil do que através das qualificações para o Euro 2020.

Qualquer equipa que já se tenha qualificado através das qualificações para o Euro 2020, dá o lugar à equipa que se segue na classificação, para que esta tente chegar ao Euro através da Liga das Nações.

Em quem é que vais apostar para vencer a primeira Liga das Nações de sempre?


A França - [5.50] segunda favorita no Betfair Sportsbook - e a Alemanha [6.00] estão no mesmo grupo, e sabemos logo que só uma pode passar. A Alemanha tem um registo fraco em amigáveis, Jogi Low costuma tratá-los com desdém e faz alterações a torto e direito. Só porque os amigáveis têm uma imagem nova não significa que a sua política em relação aos mesmos se tenha alterado.

A França pode ser perigosa, porque mesmo que escolha uma equipa mais fraca, tem ainda imenso talento por onde escolher nos suplentes. Não há outra selecção a nível mundial com uma equipa mais diversa que a deles e podem preferir bater enquanto o ferro está quente e juntar o título da Liga das Nações ao do Mundial. Mas o preço está um pouco curto tendo em conta o que dissemos sobre fazer parte do mesmo grupo que a Alemanha.

Portugal [15.00] é uma equipa em transição depois da participação medíocre no Mundial e é possível que Fernando Santos prefira deixar Cristiano Ronaldo descansar nestes encontros. A Itália [10.00], rival do Grupo 3, não parece preparada para vencer o torneio, vários jogadores reformaram-se e não houve muito sangue fresco a entrar.

O Grupo 4 é o Grupo da Morte (há sempre um) pois tanto a Espanha [4.50], como a Inglaterra [11.00] e a Croácia [15.00] são mais que capazes de vencer o grupo. Mesmo assim, a Inglaterra está claramente a melhorar, Gareth Southgate deve levar isto a sério e olhar para a competição como o Everton ou o Tottenham olham para a Taça Carabao: é um troféu, mesmo que não seja aquele que realmente querem. A Croácia pode ter atingido o seu melhor este Verão, enquanto a Espanha está vulnerável e vai jogar com um seleccionador novo.

Isto significa que a Bélgica [5.50] pode ser a aposta certa. É de longe a equipa mais forte do seu grupo, na companhia da Suíça e da Islândia. Seria de espantar se não ficasse em primeiro lugar no grupo e quando estiver na meia-final, é possível que seja bem sucedida. Tenho a sensação que se sentiu assoberbada no Euro 2016 e no Mundial deste ano, mas é possível que um torneio diferente com menos pressão a beneficie.

Pode ter de jogar toda a fase de grupos sem Kevin de Bruyne, que está lesionado, mas a equipa tem várias opções para o substituir e na meia-final ele está de volta. Marouane Fellaini e Romelu Lukaku foram sem dúvida os melhores jogadores do Manchester United na vitória contra o Burnley, Eden Hazard começou bem a temporada e, assim como a França, a Bélgica tem uma equipa com diversidade, que lhe permite rodar quando necessário.

Melhores Jogos da Primeira Ronda:

França v Alemanha
Itália v Polónia
Inglaterra v Espanha


APOSTA RECOMENDADA:
Bélgica para vencer a Liga das Nações @ [5.50] no Sportsbook

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"

Ver mercado