Prévia Copa América 2021 - Brasil deve manter domínio atual no futebol sul-americano

Irá o Brasil erguer novamente o troféu da Copa América?

A Copa América se inicia nesse Sábado com o Brasil enfrentando a Venezuela em Brasília. Apesar de todas as dúvidas e polêmicas o torneio vai mesmo acontecer e a seleção brasileira se apresenta como sólida favorita a erguer novamente o troféu...

"O time orientado por Tite está cotado em 2.3811/8 para somar sua 10ª conquista da Copa América naquela que seria sua 6ª vitória nas últimas 10 edições confirmando assim a grande afirmação do futebol brasileiro nas últimas décadas."

O mesmo Brasil, mas desta vez também com Neymar


O Brasil venceu a Copa América de 2019 se mostrando claramente superior à concorrência sul-americana e, tendo em conta que a edição de 2021 decorrerá novamente em solo brasileiro e que desta vez a seleção também contará com sua estrela Neymar, é evidente que o favorito está encontrado.

O time orientado por Tite está cotado em 2.3811/8 para somar sua 10ª conquista da Copa América naquela que seria sua 6ª vitória nas últimas 10 edições confirmando assim a grande afirmação do futebol brasileiro nas últimas décadas.

BRASIL_NEYMAR.jpg

O evento não terá torcida nos estádios retirando alguma vantagem ao fator local, porém jogar nos estádios brasileiros será muito melhor do que na Argentina ou Colômbia onde a pior qualidade dos gramados e alguma altitude jogariam contra os canarinhos.

Num Grupo B com Colômbia, Equador, Peru e Venezuela não são esperadas dificuldades para classificar rumo a novo título...

DESIGNS-79457_Copa_America_Market_Global_VI_CRM_600x234_BR.jpg

Argentina ainda não convence, Uruguai pode tirar partido


No Grupo A, temos a Argentina que se apresenta como segunda favorita a vencer a Copa América com cotação de 3.6013/5, no entanto, o time de Lionel Scaloni não vem se exibindo a grande nível nas últimas partidas das eliminatórias para o Qatar 2022, somando dois empates contra Chile e Colômbia.

messi_argentina_WCqual.jpg

Mesmo com Lionel Messi no time e vários jogadores de topo no futebol europeu como Sergio Aguero ou Lautato Martinez parece continuar a faltar algum foco e organização nos argentinos pelo que podem acabar falhando novamente seu ataque a um título que não saboreiam desde 1993, ou seja, há precisamente 28 anos.

Em alternativa, temos um Uruguai 7.006/1 que apresenta uma mistura de jovens jogadores com outros muito experientes que dispensam apresentação.

Diego Godín na defesa ou Luís Suárez e Edinson Cavani na frente são sinónimo de qualidade e espírito de missão, e embora não acredite que possam destronar o Brasil não me espantaria que pudessem terminar na frente do Grupo A a generosos 3.6013/5 tirando partido de uma Argentina algo irregular.

Cavani é candidato a Artilheiro da Copa América


Sem atuar nas últimas duas partidas das eliminatórias sul-americanas por se encontrar suspenso, Edinson Cavani teve oportunidade de descansar convenientemente antes do ataque à Copa América, sendo igualmente verdade que terminou a temporada em grande forma no Manchester United.

cavani_manutd.jpg

Com atrativa cotação de 15.0014/1 para ser o Artilheiro da competição esta me parece uma excelente opção quando comparada com Neymar 4.003/1, Lionel Messi 5.004/1 ou Luís Suárez 7.006/1.

O atacante brasileiro Richarlison 23.0022/1 também tem ótima cotação para o torneio e pode beneficiar da maior atenção dada a Neymar, porém é provável que seja prejudicado por uma rotação de elenco por parte de Tite que tem ainda Firmino, Gabriel Jesus ou Gabigol para ir intercalando de jogo para jogo.

Assim, Edinson Cavani pode ser a melhor opção nesse mercado.

DESIGNS-79457_Copa_America_Market_Global_VI_CRM_600x234_BR.jpg