Copa Libertadores 2020 - Guia de Equipes: Boca Juniors lançado antes da pandemia

Antes do recomeço da Libertadores, é tempo de analisar o momento dos favoritos e o Boca Juniors terá a desvantagem de não estar competindo desde março...

"O Boca Juniors é um eterno candidato a conquistar a Copa Libertadores 15/28.60 e esse ano não é excepção."

O Boca Juniors é um eterno favorito a conquistar a Copa Libertadores 15/28.60 e esse ano não é excepção.

Com duas rodadas já disputadas no Grupo H, o time argentino parecia tranquilo rumo à fase seguinte somando quatro pontos após empatar em Caracas e bater facilmente o Independiente de Medellín no La Bombonera.

miguel_angel_russo_boca.jpg

Agora, o time de Miguel Ángel Russo se preparar para retornar à competição a 18 de Setembro com uma visita ao líder de seu grupo, os paraguaios do Libertad após mais de seis meses sem uma partida oficial.

Momento de Forma


Como deve estar imaginando, é extremamente difícil verificar o momento de forma de uma equipe que está há cerca de meio ano sem competir, porém, se olharmos à fase da equipe antes da pausa no futebol podemos dizer que eles estavam em ótimo momento.

O Boca liderava o Campeonato Argentino ao cabo de 23 rodadas e com a liga sendo cancelada por conta da pandemia acabou sendo declarado campeão. O time tinha conquistado cinco vitórias em sucessão e isso lhe permitiu ultrapassar o River Plate exatamente na última rodada disputada antes do cancelamento da competição.

Com o título argentino em mãos e um sólido começo de campanha na CONMEBOL Libertadores, o Boca Juniors parece em boa situação para brigar pelo título sul-americano figurando enquanto terceiro favorito no momento, somente atrás de Flamengo e Palmeiras.

Ainda assim, não podemos ignorar o atual surto interno que o clube está vivendo já que 18 elementos do clube foram diagnosticados com Covid-19, colocando em causa a utilização de vários jogadores na partida do próximo dia 17 no Paraguai...

Pontos Fortes e Pontos Fracos


Atualmente, o Boca tem um dos mais experientes times em competição na Libertadores e isso pode ser importante nos momentos decisivos da prova.

Com jogadores da qualidade e experiência internacional de Carlos Tevez, Ramon Ábila ou Eduardo Salvio na frente de ataque, e Lisandro Lopez ou Carlos Zambrano no setor defensivo, esse é um time que naturalmente irá estar nas decisões dessa competição após ser vice-campeão em 2018 e semifinalista em 2019 (perdendo nas duas vezes para o rival River Plate).

Em termos de fraquezas, podemos olhar pelo lado negativo da experiência. Com um elenco com vários jogadores veteranos a frescura e versatilidade poderá fazer falta mais à frente na competição, porém o elenco também parece ter opções alternativas suficientes para que seu técnico possa fazer uma boa gestão de recursos.

Por outro lado, os times argentinos estarão em desvantagem face aos clubes brasileiros por não estarem competindo, situação que os coloca com menor ritmo competitivo e entrosamento inferior.

Notícias de Transferências


O Boca continua apostando no reforço de seu elenco com vista à Libertadores e à SuperLiga Argentina que deve retornar em finais de Setembro.

O time garantiu recentemente o talentoso médio atacante colombiano Edwin Cardona, bem como o atacante argentino do Olympiacos Franco Soldano. Em sentido contrário, o time não conta com uma de suas estrelas, Cristian Pavón que se encontra emprestado ao Los Angeles Galaxy da MLS.

Jogadores a ter em conta...

salvio_boca.jpg

Toto Salvio a todo o vapor: Eduardo Salvio brilhou na Europa durante largas temporadas com especial destaque no Benfica. Ainda assim, ele sempre foi tendo seus problemas com lesões e acabou não se assumindo tanto quanto esperado.
No Boca, ele estava jogando muito bem e caso permaneça sem problemas físicos pode ser peça-chave no sucesso do time. Já leva dois golos na Libertadores 2020...

Edwin Cardona será trunfo: A chegada do colombiano Edwin Cardona pode ser igualmente importante, pois se trata de um jogador diferenciado que adicionará criatividade ao setor atacante. Com finalizadores da qualidade de Mauro Zárate, Carlos Tevez ou Ramon Ábila, a presença de um bom passador pode ser decisiva.

Acesse os Guias de Equipe para a CONMEBOL Libertadores aqui