Apostas Brasil X Alemanha: Frieza Germânica pode afastar "Escrete" da Final

Conseguirá o Brasil resistir sem Neymar?...
Ver mercado

Brasil e Alemanha são dois colossos do Futebol Mundial e é com naturalidade que voltam a estar nas decisões da prova. Esta Terça-Feira medem forças em Belo Horizonte num encontro que se prevê muito tenso.

"Creio que a balança pende ligeiramente para o lado da Alemanha. A equipa jogará com o onze base, privilegiará a posse de bola e tenderá a ameaçar mais a baliza adversária, já o Brasil não contará com duas peças nucleares - Thiago Silva e Neymar..."

Alemanha para Qualificação @ [1.98]

Brasil X Alemanha
Terça-Feira, 8 de Julho às 21:00
Brasil [2.84] Alemanha [2.86] Empate [3.3]
Em Directo na RTP 1 e SportTV


Brasil

O Brasil realizou a sua melhor exibição no torneio diante da Colômbia, no entanto o rescaldo da partida não trouxe apenas boas notícias...

É um facto que a equipa apresentou uma extraordinária intensidade de jogo que lhe permitiu chegar à liderança cedo no jogo, acabando por ampliá-la já na segunda metade do desafio através de um Pontapé Livre superiormente cobrado por David Luiz.
A Colômbia ainda esboçou uma tímida reacção com o golo de James Rodriguez mas já era tarde para remediar o problema.

A superioridade em campo da "Canarinha" acabou por surpreender muita gente mas não os apostadores que sempre deixaram claro o favoritismo do Brasil [1.8].

Hulk, Thiago Silva e David Luiz foram as estrelas mais cintilantes da tarde/noite de Fortaleza. Hulk voltou a ser um quebra-cabeças para a defesa adversária e esteve perto do golo por um par de vezes, mas foi do centro da defesa que vieram os golos. 

A verdade é que, apesar da boa exibição, o Brasil ficou a saber que não contará com Thiago Silva - suspenso - e Neymar - lesionado - para o brutal embate com a Alemanha.

O defesa central e capitão de equipa, Thiago Silva é o patrão da defesa e elemento preponderante na compensação das habituais aventuras ofensivas de Marcelo e David Luiz.
Dante deverá ser o seu substituto mas deixa muito a desejar em termos de velocidade e intensidade de jogo, algo que pode ser fatal diante da frieza alemã.

Já Neymar contraiu uma dolorosa fractura na zona lombar da coluna e é baixa até ao final do Campeonato do Mundo. 
A estrela da companhia conferia o virtuosismo técnico que escasseia no onze base de Felipão, para além de possuir uma velocidade de ponta que poderia criar imensos problemas à subida defensiva germânica.


Alemanha

A "Mannschaft" tem sio muito compacta neste torneio e voltou a prová-lo diante da França. Uma entrada dominante em campo logrou um golo que a equipa soube posteriormente gerir com a necessária frieza.

Pogba e Matuidi foram secados durante grande parte da partida pelo povoamento do meio-campo germânico e o golo de Mats Hummels deixou a missão gaulesa altamente complicada.
A reacção francesa só se fez sentir perto do final do encontro mas foi a formação orientada por Joachim Low que acabou por desperdiçar as melhores oportunidades de golo e assim sentenciar a eliminatória.

A formação germânica tem apresentado a sua habitual solidez mas jogadores como Mesut Ozil ou Mario Gotze não têm oferecido o toque de classe que se esperava em termos ofensivos, razão pela qual a Alemanha teve de sofrer para afastar a Argélia, por exemplo.


Probabilidades de Jogo

Este Mercado está completamente equilibrado com ambas as equipas a negociarem um pouco abaixo dos [3.0].
Estou convencido que a presença de Neymar a Thiago Silva - algo que não vai acontecer - faria do Brasil a formação favorita ao triunfo mas com duas ausências de tal importância é natural que as coisas tenham ajustado.

A Alemanha só por uma vez neste torneio se sentiu verdadeiramente vulnerável - no 2-2 com o Gana - e terá aprendido a lição, pois nunca mais tal sucedeu embora frente à Argélia a imponência de Manuel Neuer a sair da baliza tenha sido decisiva.

Já o Brasil, respondeu de forma assertiva após o sofrido triunfo diante do Chile nas Grandes Penalidades, no entanto a falta dos dois jogadores mais nucleares da equipa poderá deixá-la um pouco perdida em campo em certos momentos, algo que pode ser friamente aproveitado pela máquina germânica.

E é por esse motivo que estou a pender para o lado da Alemanha, embora continue a acreditar que o equilíbrio poderá imperar e as coisas poderão ser decididas no limite, e até quem sabe para além do Tempo Regulamentar. 


Mais/Menos de 2.5 Golos

Se excluirmos um desnorte de cerca de 20/25 minutos da equipa germânica diante do Gana - em que sofreu dois golos - ainda ninguém conseguiu fazer abanar as redes de Manuel Neuer e o regresso de Mats Hummels foi absolutamente crucial diante da França.
O defesa central do Borussia Dormtund é um dos melhores defensores da actualidade e "secou" Karim Benzema em momentos verdadeiramente de cortar a respiração.
A sua capacidade de antecipação e percepção do perigo é fabulosa e poderá ser importante para travar as investidas de Hulk ou Oscar, pois Fred deverá ficar a cargo de Mertesacker ou Boateng.

Já o Brasil evidencia debilidades bem maiores, sendo que a ausência de Thiago Silva poderá despoletar alguma desorganização central que pode ser sabiamente aproveitada pelo exímio goleador Thomas Muller.

Ainda assim, os germânicos possuem um fraco poder de fogo na actualidade por muito que Muller o tente disfarçar, logo creio que um ou dois golos germânicos neste jogo já seriam um óptimo somatório para a Mannschaft.

Resumindo, parece-me que tudo aponta para o Menos de 2.5 Golos que apenas paga [1.61] mas ponderar o Menos de 1.5 Golos @ [2.8] numa perspectiva de Cash Out poderá ser bem mais inteligente e proveitoso.


Para Qualificação

Como já referi acima, creio que a balança pende ligeiramente para o lado da Alemanha. A equipa jogará com o onze base, privilegiará a posse de bola e tenderá a ameaçar mais a baliza adversária.

Já o Brasil não terá Neymar para retirar compostura à defesa germânica e poderá sofrer bastante com a ausência do seu capitão Thiago Silva para conter o ataque europeu.

Por essa razão, terei de me ficar pela ideia de que a Alemanha tem mais possibilidades de seguir em frente, logo será a minha sugestão.


Oportunidade Cash Out 

O Brasil tem por hábito marcar cedo nos jogos - só não o fez diante do México - numa altura em que Neymar ainda está a carburar a grande velocidade mas a sua ausência pode silenciar o motor canarinho, sendo que os golos de bola parada são uma raridade diante de uma formação com a frieza da Alemanha.

Por outro lado, os germânicos não têm sido tão fortes nos inícios de partida - só marcaram na primeira parte contra Portugal e França - como seria de esperar e têm preferido circular a bola pacientemente até encontrarem espaços.

Mas o Brasil possui um meio-campo com vários elementos e não deverá desguarnecer facilmente o caminho até à sua baliza, logo aponto para um início de jogo compacto de parte a parte que deverá fazer escassear as situações de golo durante largos minutos.

Considere abrir posição no Menos de 1.5 Golos a [2.8] no início da partida e, posteriormente considere a hipótese de proceder ao Cash Out a partir do minuto 30 quando o valor do mesmo já estiver abaixo do par.

Aposta Recomendada:
Alemanha para Qualificação @ [1.98]

Oportunidade Cash Out:
Menos de 1.5 Golos @ [2.8]

Ver mercado