Apostas Costa do Marfim X Japão: Equipas de ataque podem produzir festival nocturno!

Drogba poderá explorar a fragilidade do centro da defesa nipónica...
Ver mercado

Este encontro do Grupo C acontece há hora de estarmos a dormir às primeiras horas de Domingo, mas com ambas as equipas comprometidas com o futebol atacante, Andrew Atherley acredita que vale a pena ficar acordado... 

"Ambas as equipas gostam de atacar, possivelmente devido às suas limitações na defesa. Dois ataques de qualidade e duas defesas pouco consistentes devem equivaler a golos."

Mais de 2.5 Golos @ [2.46]

Costa do Marfim X Japão
Domingo, 15 de Junho às 02:00
Em Directo na SportTV 1

Costa do Marfim
Esta é a 3ª vez consecutiva em que a Costa do Marfim chega ao Mundial e provavelmente será a última hipótese para a sua geração de ouro, liderada por Yaya Toure e Didier Drgoa, para brilharem num grande palco mundial. Em 2006 e 2010 saíram logo na fase de grupos mas desta feita não enfrentam a mesma qualidade (Argentina e Holanda em 2006 e Brasil e Portugal em 2010).

No entanto, eles estão preocupados com a condição física de Toure depois de uma lesão na coxa, e o jogador do Manchester City não jogou ou participou em qualquer treino completo desde que foi operado no mês passado.

A idade é um problema (o seu onze inicial deve ter seis jogadores acima dos 30) mas se eles conseguirem elevar a fasquia por uma última vez têm qualidade de sobra - tal como Toure e Drogba, há muitos mais jogadores com experiência de Liga Inglesa no ataque como Salomon Kalou e Gervinho(e ainda com Wilfried Bony de reserva).

Cheik Tiote do Newcastle irá funcionar como escudo à defesa e a sua função será crucial, já que grande parte da defesa tem mais de 30 anos - sendo a excepção o jovem do Toulouse Serge Aurier.

A Costa do Marfim teve um registo de 5V 3E 0D na qualificação, sendo que os jogos de preparação reforçaram a ideia do poderio ofensivo desta equipa ainda que contra alguns adversários vulneráveis (2-2 com a Béçgica, derrota por 2-1 com a Bósnia, e vitória por 2-1 com El Salvador).


Japão
O Japão chega aqui pela quinta vez consecutiva, sendo que só por duas vezes alcançou os Oitavos de Final, em 2002 quando organizou o torneio, e em 2010, tendo ficado na fase de grupos em 1998 e 2006. Eles têm experiência das condições de tempo no Brasil após a participação na Taça das Confederações de há um ano, no entanto perderam todos os três encontros desse torneio (3-0 do Brasil, 4-3 da Itália e 2-1 do México). 

Ser sorteados no Grupo C dá-lhes esperança de fazer melhor no regresso ao Brasil e as suas expectativas estão muito dependentes do talento ofensivo de Shinji Kagawa, Shinji Okazaki e Keisuke Honda. Todos eles têm apetência para os golos, sendo que a velocidade e rápidas trocas de bola são a mais perigosa combinação da equipa. 

A defesa é bem menos interessante, com apenas dois jogos em branco (Guatemala e Chipre) em 17 encontros nos últimos 12 meses. Maya Yoshida e Yasuyuki Konno devem alinhar no centro, mas nenhum deles tem uma presença forte, no entanto os laterais Atsuto Uchida e Yuto Nagatomo são bons quer a defender, quer a atacar.

Os jogos de aquecimento do Japão não nos trouxeram nada de novo, já que foram diante de equipa frágeis, mas os amigáveis do Outono passado frente à Holanda (2-2) e à Bélgica (vitória 3-2) - assim como o jogaço que fizeram contra a Itália nas Confederações - sublinham a ameaça que eles podem ser para qualquer oponente.


Probabilidades de Jogo
As rápidas eliminações da Costa do Marfim em 2006 e 2010 podem mascarar os seus bons resultados frente a equipa fora da elite mundial - as suas derrotas nesse mundiais foram para Argentina, Holanda e Brasil, enquanto que com as outras contabilizam 3V 1E 0D (e o empate aconteceu diante de Portugal, outra equipa de topo).

Isso indica que têm aqui uma boa oportunidade, até porque só perderam dois dos últimos 28 encontros oficiais (sendo que a maioria foi em África frente a equipas fracas) desde o desaire com o Brasil em 2010 no Mundial.

Drogba, particularmente estará a olhar com boa cara para o seu duelo com a dupla Yoshida-Konno no centro da defesa nipónica. 

Por outro lado, o Japão procura colocar problemas ao seu adversário. Apenas o Brasil os conseguiu deixar a zeros na Taça das Confederações do último ano e é importante não esquecer que eles venceram os dois últimos encontros que efectuaram diante de equipas africanas em Mundiais (2-0 à Tunísia em 2002 e 1-0 aos Camarões em 2010).


Mais/Menos de 2.5 Golos
As estatísticas recentes do Campeonato do Mundo apontam para partidas com poucos golos nos jogos inaugurais dos grupos, mas as coisas aqui podem diferir tal é o encaixe destas equipas e pode ser uma das boas hipóteses de ficarmos do lado dos golos.

Ambas as equipas gostam de atacar, possivelmente devido às suas limitações na defesa, e no ano passado só o Japão teve 14 em 17 jogos acima do 2.5 Golos (82%) e a Costa do Marfim teve seis em nove (67%).

Dois ataques de qualidade e duas defesas pouco consistentes devem equivaler a golos e o Mais de 2.5 Golos parece apelativo a [2.46].
Esta pode até ser a melhor hipótese para Cash Out se houver um ou dois golos madrugadores.


Empate Apostas Anuladas
Esta aposta é muito vantajosa neste tipo de jogo, pois podes apostar na tua preferida e ainda assim salvaguardar o teu dinheiro em caso de igualdade - não será uma má opção a considerar depois dos 38% de empates ocorridos na 1ª jornada de Grupos do Mundial em 2010.

O registo da Costa do Marfim é bem mais sólido do que muitos podem imaginar, mesmo com as dúvidas à volta de Toure, e eles aparentam ter maior ascendente do que as quotas indicam. Poder apostar neles a [1.86] no Empate Anula parece uma excelente ideia.


Apostas Recomendadas:
Mais de 2.5 Golos @ [2.46] (2uni)
Costa do Marfim no Empate Anula @ [1.86] (2uni)

Oportunidade Cash Out:
Mais de 2.5 Golos @ [2.46] e poderás fazer um rápido Cash Out se os golos chegarem cedo

Ver mercado