Guia de Equipa para o Mundial 2014: Argentina

A Argentina possui toneladas de talento atacante, incluindo Di Maria e Kun Aguero.
Ver mercado

Espera-se muito de Lionel Messi e companhia no Brasil e no mercado Betfair são os segundos favoritos, a [6.0] apenas atrás dos anfitriões. O colunista de futebol argentino, Ed Malyon avalia as suas hipóteses e escolhe as melhores apostas...

"A Argentina é compreensivelmente uma das equipas favoritas, mas num ambiente de torneio o preço deles a [6.0] não é muito tentador. Talvez seja mais interessante apostar neles para serem os melhores marcadores do torneio a [4.3]."

Caminhada até ao Brasil

Bem... no fim de contas foi um percurso fácil. Sem o Brasil na CONMEBOL, a Argentina teria de ter tido a campanha mais desastrosa de sempre para não se qualificar para o Mundial, mas depois da luta para chegar ao Mundial de 2010 na Africa do Sul, não deixou nada ao acaso.

A Copa América em 2011, em casa, esteve abaixo do nível e ditou o fim prematuro do projecto de Sergio Batista para a Argentina, mas Alejandro Sabella não cometeu um erro desde que tomou o cargo e levou a equipa até ao topo da classificação do grupo, tendo confirmado a passagem para o Brasil com bastante antecedência.  

Começou de forma bastante cautelosa, mantendo jogadores que já conhecia do Estudiantes, mas ao longo do tempo a sua equipa tornou-se muito definida, com uma capacidade impressionante de jogar numa grande variedade de sistemas - algo que pode ser vital no contexto de um torneio.   


O Treinador
 
Sabella é um treinador muito leal e naturalmente cauteloso e as suas selecções e decisões foram todas feitas com base naquilo que faz melhor - organizar equipas.

No início do seu comando, teve de encontrar uma base defensiva em que pudesse confiar e depois de se ter decidido por Ezequiel Garay e Federico Fernandez como dupla central, deu-lhes uma série de jogos seguidos para se imporem.

A partir daí a equipa melhorou bastante, e o único problema que Sabella teve de enfrentar foi a escolha que dividiu o país, de deixar Carlos Tevez fora da equipa. Parece que a decisão de excluir o avançado foi tomada logo no início do seu comando, com ajuda superior, devido ao comportamento problemático do jogador e às disputas dentro da equipa. A decisão de Sabella tem contrariado uma nação inteira e ele continua a rejeitar o ídolo argentino. Em última análise, este será o lado mais lembrado do seu reinado, se a Argentina não conseguir impressionar este Verão. 


Jogadores Chave

Lionel Messi é demasiado óbvio e, de qualquer forma, a resposta certa é provavelmente Angel Di Maria.

O jogador do Real Madrid passou de extremo astucioso a médio ofensivo com muito sucesso durante a décima época vencedora do Real Madrid e é sem dúvida tão insubstituivel como Messi no sistema 4-4-2/4-3-3 da equipa argentina.

Com uns pulmões poderosissímos, Di Maria é tanto o terceiro médio ofensivo que protege a maior fraqueza da Argentina - a defesa - como o seu médio esquerdo. É a principal ligação entre o ataque e o meio campo, a capacidade que tem de subir e descer o campo é a única coisa que impedirá os homens de Sabella de ficarem sobrecarregados na defesa, já que é pouco provável que Messi, Sergio Aguero e Gonzalo Higuain sejam posto a defender.  

 
Tema de Discussão
 
As fraquezas. Marcos Rojo tem a confiança do seu treinador desde o tempo em que estiveram juntos no Estudiantes, mas não é um defesa esquerdo de topo. Pode dar resultado atacar a Argentina pelo lado direito, especialmente com o pouco impressionante Fernandez a jogar ao seu lado.

Na baliza, Sergio Romero tem muito pouca experiência de jogo e as preocupações na defesa são o principal problema, talvez o único problema, que pode impedir a Argentina de chegar à final.


Melhor Aposta
 
A Argentina é compreensivelmente uma das equipas favoritas, mas num ambiente de torneio o preço deles a [6.0] não é muito tentador. Talvez seja mais interessante apostar neles para serem os melhores marcadores do torneio a [4.3].

Claro que têm um ataque letal e estão num dos grupos mais fáceis, mas nos encontros iniciais da fase de eliminatórias também tiveram muita sorte e, nos quartos de final, podem ter um mercado como este no papo.


Aposta de Valor
 
Se estás desesperado para apostar neles, em vez de apostares na Argentina para ganhar o Mundial a [6.0], os verdadeiros fãs da "Albiceleste" devem antes apostar em Lionel Messi para vencer a Bota de Ouro do Mundial em torno dos [8.0] já que é muito provável que qualquer vitória seja posta aos pés do seu capitão e talismã.

Além de ganhar mais valor com isso, a Argentina está bem coberta nos mercados. Os fãs podem também ver vantagem em apostar uma dupla no mercado Argentina/Higuain Vencedor/Bota de Ouro a [48.0], que é muito maior do que o equivalente com Messi a [17.0].

Ver mercado