Guia de Equipa para o Mundial 2014: França

Os serviços de Olivier Giroud serão solicitados para encontrar o caminho do golo...
Ver mercado

Com muita gente a apostar nos "Les Bleus" como potenciais outsiders do torneio, o habitual colunista da Ligue 1, James Eastham dá uma olhada às forças e fraqueza da equipa gaulesa...

"Na caminhada até à Fase Final, surgiram sinais de que a solução para encontrar o caminho dos golos estará no trabalho conjunto de equipa, com elementos como Loic Remy ou Olivier Giroud a incluírem-se neste leque, embora não devam ser opções para o onze inicial."

Caminhada até ao Brasil

A França realizou uma campanha relativamente aceitável durante a qualificação - não é vergonha para ninguém terminar em 2º atrás do Campeão Mundial Espanha no Grupo de Apuramento (17pts em oito jogos), com o ponto alto da campanha a acontecer em Espanha, quando a França lá arrancou um improvável empate a um golo. A formação de Didier Deschamps acabou, depois, por selar a qualificação após uma memorável reviravolta nos play-offs, virando um défice de 2-0 da 1ª mão na Ucrânia com um triunfo por 3-0 no segundo jogo, desta feita em Paris.  


O Treinador

Didier Deschamps capitaneou a França rumo à glória no Campeonato do Mundo de 1998 e teve sucesso por todos os clubes onde passou como treinador. Aos 35 anos liderou o Mónaco até à Final da Liga dos Campeões (2004), posteriormente guiou a Juventus ao título da Série B (2007) e ainda venceu a Liga Francesa e taças nacionais com o Marselha (2010 e 2011). 
Altamente influenciado pelas suas rotinas como jogador ao serviço da Juventus nos anos 90, ele insiste na disciplina táctica em todas as áreas do campo e é especialista em tornar as suas equipas muito difíceis de ser batidas.


Jogadores Chave

Franck Rybéry foi o melhor marcador e assistente de golos da França durante a fase de qualificação, com cinco golos e seis assistências em 10 encontros. O trio do meio-campo composto por Yoahn Cabaye, Paul Pogba e Blaise Matuidi estará entre os melhores do Mundial se estiverem ligados. O capitão Hugo Lloris é particularmente importante devido às dúvidas em redor de quem serão os quatro que jogarão à sua frente. É bastante discutível eleger um só jogador chave nesta equipa - a França tem outros bons jogadores como Karim Benzema e Mathieu Valbuena, mas também bons suplentes e pretendentes aos seus lugares nessas posições.


Tema de Discussão

A grande questão em redor da França é: como irá a sua duvidosa defesa aguentar-se frente aos melhores ataques da competição? Os quatro centrais (Koscielny, Sakho, Varane e Mangala) são todos inexperientes, o defesa-esquerdo Patrice Evra começa a sentir o peso da idade nas pernas e o facto de não haver um quarteto consolidado é uma preocupação.
Depois, é preciso verificar de onde virão os golos. A equipa não tem um verdadeiro matador, um jogador que poderia valer a pena uma aposta no mercado para Melhor Marcador - no entanto, na caminhada até à Fase Final surgiram sinais de que a solução estará no trabalho conjunto de equipa, com elementos como Loic Remy ou Olivier Giroud a incluírem-se neste leque, embora não devam ser opções para o onze inicial.
Depois do caos na era de Raymond Domenech (2004-10) e da greve dos jogadores no campo de treino na África do Sul há quatro anos, serão sempre levantadas questões em relação ao espírito de equipa, tal como no Euro 2012. Ainda assim, do que se consegue analisar, nesse aspecto tudo está bem por agora. 


Melhor Aposta

A vitória da França no Grupo E parece ser uma escolha óbvia, mas apostar na França para liderar o seu grupo a [1.85] tem de ser visto como uma óptima aposta. Num dos grupos mais fracos - defrontam a Suiça, o Equador e as Honduras - o estilo pragmático de abordagem por parte de Didier Deschamps deverá trazer resultados imediatos, potenciando a França para um passeio relativamente tranquilo nesta primeira fase do torneio.


Aposta de Valor

Graças à sua favorável fase inicial de torneio, os gauleses têm uma rota relativamente acessível até aos Quartos de Final. E se tudo for de acordo com o planeado, a França só terá de bater um peso pesado do Futebol Mundial até às Meias-Finais. Com base nisso, as suas quotas de [4.5] para chegar ás Meias-Finais parecem uma aposta decente que poderá trazer várias oportunidades de Cash Out se, e, quando a formação de Deschamps chegar aos Quartos de Final. 

Ver mercado