Apostas Ryder Cup: Previsões e Sugestões de Especialista

Love e Olazabal são os capitães das equipas que entram em acção a partir de Sexta-Feira.
Ver mercado

Pronto para a muito esperada batalha bienal de sexta-feira pelo Troféu Samuel Ryder? O nosso comentador analisa a história do evento, o formato e o campo desta semana, o Medinah...

Parece mesmo que vai ser renhido, e tendo em conta que metade das últimas dez Ryder Cup acabaram com pontuações de 14 ½ - 13 ½, não desaconselho ninguém a apostar a favor de qualquer uma das equipas para ganhar por essa margem outra vez.

História do Torneio

A primeira Ryder Cup foi organizada em 1927, quando os Estados Unidos venceram a Grã-Bretanha por 9 ½ - 2 ½ no Worcester Country Club em Massachusetts, mas o início da preparação para o confronto transatlântico bienal tinha começado um ano antes. Samuel Ryder, um rico homem de negócios que fez fortuna a vender sacos de sementes a um "penny" cada no seu barracão de jardim, patrocinou uma prova informal em 1926 em Wentworth, que viu o lado inglês bater a equipa americana liderada por Walter Hagen por 13-1, antes desta passar a ser uma prova oficial 12 meses mais tarde.

Após a derrota na prova inaugural, a Grã-Bretanha ganhou as duas edições posteriores em casa, em 1929 e 1933, mas só conseguiu mais uma vitória, mais uma vez em casa, em 1957, antes de jogadores irlandeses se lhes juntarem em 1973. Três Ryder Cup foram organizadas com uma equipa da Grã-Bretanha e da Irlanda, mas os americanos continuavam a dominar. O evento não era competitivo e perdia rapidamente o atrativo, assim, em 1979, a equipa da Grã-Bretanha e Irlanda passou a ser a equipa Europa e apesar dos americanos terem ganho confortavelmente em 1979 e 1981, em 1983 os Europeus seguiram de perto os americanos, no PGA National na Florida, perdendo por 14 ½ - 13 ½ e este foi o grande ponto de viragem.

Os Europeus ganharam à vontade em Belfry em 1985, antes de ganharem pela primeira vez em solo americano dois anos mais tarde, em Muirfield Village. Mantiveram o troféu com um empate em 1989 e esta deixou de ser uma prova pouco competitiva. Tem vindo a ganhar importância desde então e atrai agora uma audiência muito mais abrangente do que apenas os fãs de golfe. A última edição em Celtic Manor, há dois anos, foi um clássico absoluto e se a prova deste ano tiver metade da excitação, então vamos ter festa.


Formato

Duas equipas de 12 jogam 28 jogos ao longo de três dias, sendo de 14 ½ pontos o total necessário para vencer o troféu.
Na primeira sessão na sexta-feira de manhã o capitão da equipa americana, Davis Love III, escolherá quatro equipas de dois a partir dos seus doze para enfrentar os quatro pares do capitão da equipa Europeia, Jose Maria Olazabal, em jogos a pares. O formato foursome é muitas vezes chamado de "batida alternada" e é um formato mais difícil do que o fourball. O primeiro jogador começa, o segundo faz a segunda batida, o primeiro jogador faz então a terceira jogada e assim sucessivamente até a bola entrar no buraco. Os jogadores batem alternadamente a partir do tee, para que não seja sempre o mesmo jogador a atingir o drive.

A tarde de sexta-feira vai ter quatro equipas de dois jogadores de cada lado a jogar a primeira sessão de fourball. Nos fourball, cada um dos quatro jogadores joga a sua bola e marca-se um ponto por quem meter a bola no buraco no menor número de tacadas.
No sábado repete-se a sexta-feira. De manhã foursomes e à tarde fourballs e depois, no domingo, não há escapatória com 12 jogos single a determinarem o resultado.

Local
Medinah Golf and Country Club (No.3), Medinah, Illinois

Detalhes do Campo
Par 72, 7,658 jardas

O Campo Número Três do Medinah, originariamente concebido por Tom Bendelow em 1928, já foi palco de cinco majors até à data. Três US Opens - 1949, 1975 e 1990 e dois campeonatos PGA, em 1999 e mais recentemente em 2006. Ambos os PGA viram Tiger Woods ganhar, mas o momento mais memorável no Medinah deveu-se ao novato Sergio Garcia em 1999.

O campo não será nem de perto nem de longe tão difícil como qualquer um dos majors, com poucas irregularidades e fairways largos, concebido para satisfazer a equipa americana. Paul Krishnamurty examina mais aprofundadamente o campo aqui.

Sites Úteis
Site do Campo de Golfe
Site do Evento
Circuito do Campo

Cobertura Televisiva
Ao vivo na Sporrtv Golfe durante os três dias de evento.

Últimos Dez Resultados da Ryder Cup
2010 Europa (14 1/2 - 13 1/2) 

2008 Estados Unidos (16 1/2 - 11 1/2) 

2006 Europa (18 1/2 - 9 1/2) 

2004 Europa (18 1/2 - 9 1/2) 

2002 Europa (15 1/2 - 12 1/2) 

1999 Estados Unidos (14 1/2 - 13 1/2) 

1997 Europa (14 1/2 - 13 1/2) 

1995 Europa (14 1/2 - 13 1/2) 

1993 Estados Unidos (15 - 13) 

1991 Estados Unidos (14 1/2 - 13 1/2)


Sugestões

Os resultados mais recentes apontam para os europeus, mas a vantagem do factor casa é enorme e o Medinah é largamente considerado como melhor para os americanos, que têm tido muitas apostas a favor na última semana. O mercado parece estar correto neste momento mas se fosse forçado a escolher agora tinha de escolher os europeus.

Apesar de esperar o evento com satisfação, gosto mais de descobrir apostas imprevisíveis em jogadores pouco cotados mas vou deixar o mercado de vencedor por agora, apesar do conselho do Paul para apostar a favor do empate parecer interessante. Parece mesmo que vai ser renhido, e tendo em conta que metade das últimas dez Ryder Cup acabaram com pontuações de 14 ½ - 13 ½, não desaconselho ninguém a apostar a favor de qualquer uma das equipas para ganhar por essa margem outra vez.

No Mercado Melhor Europeu, tenho de apostar a favor de Ian Poulter outra vez. Tem sido o melhor marcador de pontos nas duas últimas Ryder Cup. Ganhou o WGC World Matchplay e o Volvo World Matchplay nos últimos anos e apesar de ter sido escolhido como wild card desta vez, com um registo de oito vitórias em 11 embates, não posso deixar de apostar a favor.

Dustin Johnson está em forma e o Medinah deveria ser ideal para ele mas o registo de jogo dele é demasiado fraco para ignorar, por isso no Mercado Melhor Americano, segui o Paul com Bubba Watson a um bom preço.

Apostas Recomendadas:
Principal Marcador Europeu
Ian Poulter a [9.4]

Principal Marcador Americano
Bubba Watson a [13.0]

Apesar de ser um espectador atento todo o fim de semana, não vou apostar na prova como o faço quando são torneios strokeplay, por isso não vou ter nenhum Blogue em Direto esta semana. Mas o Paul Krishnamurty vai estar por aqui toda a semana e vai fazer atualizações durante o torneio com conselhos em todos os desafios e o Mike Norman vai dar notícias diárias e fazer atualizações de apostas. Volto na segunda-feira com o meu relatório.


* artigo de Steven Rawlings

Ver mercado