Open Championship 2012: Dicas sobre o percurso e o jogo em Royal Lytham e St.Annes

A relva de Royal Lytham e St.Annes é uma das mais altas...
Ver mercado

Com o Open Championship prestes a começar (19 de Julho) os apostadores começam a tentar prever quem serão os grandes animadores da semana e, neste texto ficará a conhecer alguns dos pontos essenciais da competição que agora começa.

Romily Evans acertou no critério elementar para o sucesso em Lytham: precisão e batida da bola- e eu acrescentaria putt- para manter uma marcação baixa.

Mantém-te extremamente atento ao estado do tempo
Correndo o risco de dizer o óbvio, a previsão do tempo nunca foi tão importante para as apostas de golfe quanto para o Open Championship. A velocidade do vento pode influir decisivamente no jogo, podendo fazer flutuar um "score" entre os 65 e os 75 com facilidade e assim comprometer qualquer plano que esteja sendo desenvolvido. A previsão atual é: ventos relativamente fracos e muita chuva antes e depois do evento, o que faz pensar que não haverá vantagens significativas no sorteio para as duas primeiras rondas. De qualquer forma, não deixe de verificar o estado do tempo já que ele muda rapidamente.

Controlo nos Greens é a chave, suportada por muita precisão e direcção nos "puts".
O verão húmido de Grã-Bretanha significa que o cenário vai ser mais complicado do que já tem sido, com 200 densos e irregulares buracos. Simplesmente não haverá nenhum refúgio para quem procure precisão no momento de dar uma tacada. Pelo contrário, este campo oferece muitas chances de birdie para aqueles que mantêm a bola em jogo.
Os três últimos Opens em Lytham marcaram dígitos duplos por debaixo dos totais de pares e se essa previsão estiver correta, o vento não será problema.

Romily Evans acertou no critério elementar para o sucesso em Lytham: precisão e batida da bola- e eu acrescentaria putt- para manter uma marcação baixa. De uma perspectiva, isso significa que é necessário se concentrar principalmente nos greens em regulação e na batida da bola assim como também a precisão para dar tacada, e a média de putts. Igualmente a distância de direcção é virtualmente irrelevante, eliminando a vantagem dos bombardeiros como Bubba Watson, Nicolas Colsaerts e Alvaro Quiros.

Pontos Fulcrais para nova vitória norte-americana.
Os norte-americanos de classe alta ganharam dois Lytham Opens e outra vez dependendo da previsão do tempo, as condições podem ser favoráveis para os melhores jogadores uma outra vez. Espera se chuva para toda a semana e os greens estarão receptivos, eliminando qualquer problema essencial e gerando uma área muito favorável. Além de evitar os ventos severos que arruinaram as chances do Open, os acostumados com Torneios PGA terão a habilidade de atacar pins como costumam nos Estados Unidos. Aplicando o critério anteriormente mencionado, as esperanças mais importantes para os norte-americanos são Tiger Woods, Jason Dufner, Hunter Mahan, Rickie Fowler e Ben Curtis.


Conte com diversas mudanças e muita flutuação nos mercados Betfair.

O último Lytham Open foi o primeiro transaccionado pela Betfair, o que traz boas lembranças. Enquanto isto gera um bom mercado "live" nas apostas, o ano 2001 foi um dos melhores. A meio do caminho, o líder Colin Montgomerie e Tiger Woods dominavam o mercado, reunindo aproximadamente 50% das apostas em si. Mesmo assim, tivemos dois holes no sábado, e ambos sofreram, enquanto a liderança parecia estar mudando a cada minuto. No domingo, 23 jogadores começaram a três tacadas da liderança, causando um dramático e volátil final de apostas que nos ligou com o mercado do golfe.
David Duval viria a triunfar depois de ter estado 7 pancadas abaixo da liderança a meio do caminho, portanto não tenha medo de escolher grandes quotas para situações semelhantes.

Dê uma olhada no mercado e escolha os seus favoritos!

Ver mercado