Apostas GP da China: Hamilton vencerá mas pressão está em Bottas e Verstappen

Taco-a-taco - mas deveria Bottas ter sido um pouco mais audaz na perseguição a Vettel?
Ver mercado

Ralph Ellis olha para dois pilotos que fizeram diferentes escolhas no passado Domingo no Bahrein, e que como consequência agora enfrentam escrutínio adicional na China esta semana...

"O carro de Verstappen é definitivamente rápido o suficiente para desafiar tanto Mercedes como Ferrari numa pista como a China onde é possível ultrapassar, e no mínimo ele estará apostado em corrigir os erros cometidos no Bahrein e que assim lhe possam permitir terminar no pódio."

Nos Anos 90 quando John Gregory assumiu o comando do Aston Villa pela primeira vez, ele transformou uma equipa que havia perdido cinco dos anteriores sete embates numa que vencer sete dos oito seguintes.

Durante essa sequência eu perguntei a um dos jogadores qual era o segredo. "Ele tornou isto engraçado", disse-me ele. "Às quintas não temos que jogar futebol, nem sequer pensamos sobre o próximo jogo, apenas ficamos nas Indoor nets e jogamos críquete".

Na época seguinte após um sensacional início de época chegou um momento negativo. "O que correu mal?" perguntei eu ao mesmo jogador. "É uma brincadeira," chegou em resposta. "Tudo o que fazemos às quintas é jogar críquete, que forma é essa de preparar um jogo de futebol?"

É a última lição de que no desporto, só os resultados importam. Independentemente do que faças estar certo ou errado, é o desfecho que irá ditar leis.

Quer outro exemplo? Aconteceu no passado Domingo no Grande Prémio do Bahrein quando Max Verstappen tentou uma ultrapassagem ousada a Lewis Hamilton, enquanto Valtteri Bottas optou por não tentar a mesma manobra na última volta contra Sebastian Vettel.

Será que Bottas tem falta de coragem?


Verstappen falhou a ultrapassagem, tocou roda com roda, furou e foi forçado a abandonar. Hamilton chamou-lhe algumas asneiras nos bastidores pós-corridas e depois afiançou que o jovem está a custar pontos à Red Bull devido à sua falta de experiência.

Entretanto Bottas, que terminou em segundo atrás de Vettel, tem sido acusado por um ex-piloto da F1 e especialista da BBC Jolyon Palmer de falta de ousadia para tentar uma vitória que deveria ter sido sua.

Portanto, chegamos à grelha de partida para o Grande Prémio da China com ambos os pilotos com pressão acrescida para mostrarem o seu valor.

Para Verstappen, esta é uma temporada crucial. Após ser exultado como a nova maravilha da F1 quando venceu na sua corrida de estreia com a Red Bull há dois anos, a sua segunda campanha teve apenas alguns pontos de destaque com duas vitórias mas em termos gerais falhou na tentativa de confirmar o seu talento.

Agora precisa de mostrar que embora tenha apenas 20 anos pode almejar algo mais do que ser apenas apelidado de 'rapaz estúpido' que vem cometendo erros no meio dos homens.

Cinco vitórias de Hamilton em Shanghai


O seu carro é definitivamente rápido o suficiente para desafiar tanto Mercedes como Ferrari numa pista como a China onde é possível ultrapassar, e no mínimo ele estará apostado em corrigir os erros cometidos no Bahrein e que assim lhe possam permitir terminar no pódio.

Quanto a Bottas, a acusação de Palmer é que outros pilotos irão arriscar contra ele pois pensam que ele não quer correr riscos no calor da batalha. Isso é algo que Hamilton não permitiria, nas mesmas circunstâncias, e certamente teria tentado ultrapassar na última volta, arriscando perder tudo na luta pela vitória.

Depois de apostar nele para terminar no pódio no Bahrein eu suponho que deveria estar satisfeito por ele ter jogado pelo seguro e assegurado o meu dinheiro, mas esta não é a primeira vez que o finlandês preferiu contentar-se com o segundo lugar e isso não parece combinar muito bem num desporto para autênticos ases do volante.

Hamilton nunca pode ser acusado de correr para vencer, e após dois Grandes Prémios onde as coisas lhe fugiram do controlo e correram mal, eu espero que seja ele o primeiro a ver a bandeira do xadrez desta vez. Com odds ligeiramente melhores que o par [2.06] e numa pista onde em 2017 ele venceu pela quinta vez, creio que temos uma opção interessante.

Ralph Ellis,