Apostas Grande Prémio do Canadá: Pode o upgrade de motor de Vettel ajuda-lo a superar Hamilton?

Pronto para um Upgrade - este é o Ferrari de Vettel no Mónaco...
Ver mercado

É no Canadá que Lewis Hamilton encontra claramente a sua pista favorita mas Ralph Ellis pensa que o seu rival na luta pelo título Sebastian Vettel pode ser uma enorme ameaça em Montreal...

"Montreal, uma pista onde os pilotos vão a todo o gás durante cerca de 60% do circuito, é uma oportunidade para deixar uma declaração de interesses para o resto da época com Vettel [3.30] a somente 14 pontos de Hamilton [1.56] na luta pelo título do Mundial de Pilotos."

Se este é um fim-de-semana grande para Sebastian Vettel na Fórmula Um, então é um momento ainda mais crítico no tempo para Corrado Lotti.

Quem? Fazes bem em perguntar. Ele é o italiano que se tornou chefe técnico da motorização para o Cavalo Rampante há cerca de 18 meses após a desastrosa campanha de 2016 quando eles não venceram uma única corrida. Em algo que parece uma cena do filme 'O Padrinho' o anterior elementos encarregue, Lorenso Sassi, foi 'promovido' para trabalhar com a Fiat para lhe abrir caminho.

Signor Lotti é um daqueles homens que fica longe das luzes da ribalta. A Google nem sabe bem como pronunciar o seu nome, sugerindo que possa começar com um "I" em vez de um "L".

Mas um pouco de pesquisa comprova que ele teve uma ascensão meteórica em Maranello desde que se juntou à companhia após graduar-se na Universidade de Bolonha com o grau de Engenheiro Mecânico em 1999. Desde então, tem vindo a subir na empresa quase de dois em dois anos.

É um mundo difícil. Muitos sugeriram que ele poderia estar de saída no último Natal após Lewis Hamiltom disparar para o título do Mundial de Pilotos na segunda metade da temporada.


Hamilton terá de esperar pelo seu 'upgrade' de motor


Mas os donos da Ferrari optaram por manter a sua equipa de design junta para mais uma tentativa de vencer a Mercedes. Eles saberão que se voltaram a falhar desta vez, dificilmente terão outra oportunidade.

Portanto, este é o clima para o Grande Prémio do Canadá desta semana, a corrida onde muitas das equipas vão trazer os seus 'upgrades' de motor para a temporada de Fórmula Um.

A Red Bull espera melhores desempenhos com uma nova unidade Renault, a Honda trará mais poder aos carros Toro Rosso, no entanto a Mercedes até atrasou a sua nova unidade de poder devido a alguns problemas de fiabilidade.

A Ferrari, entretanto, deve apresentar melhoria no seu motor mas tem sido muito secretista em relação ao que está a fazer e o que poderá trazer de novo. E é aí que toda a pressão recai sobre Signor Lotti e a sua equipa para trazer coisas boas.

O Circuito Gilles Villeneuve é uma das pistas favoritas de Hamilton. Ele conquistou a pole nos últimos três anos, e já venceu lá em seis ocasiões. Desde o início da nova era híbrida ele tem sido perfeito aqui, parecendo quase uma pista desenhada especialmente para as virtudes do seu carro.


Ricciardo com penalização na Grelha


Hamilton volta a ser favorito este ano mas com odds acima do par [2.36] para conquistar a pole, e de [2.50] para vencer a corrida. Ele só está com estas odds acima do par porque ninguém sabe quanto velocidade extra o Ferrari de Sebastian Vettel irá ter, a [3.20].

Parece que será outro duelo entre os dois. Daniel Ricciardo certamente que adoraria dar seguimento ao seu sucesso no Mónaco há 15 dias, mas ao invés terá de cumprir uma penalização na grelha de pelo menos 10 lugares, que podem ascender a 15 se se provar que a sua bateria híbrida precisa ser substituída. Ele está a [27.00] para conseguir uma vitória milagrosa contra este handicap.

Quando a equipa de Lotti realizou o seu trabalho ao longo do Inverno eles encontraram um poder extra de 10 cavalos para o seu motor por comparação com a época passada, em grande parte por tornarem o carregador turbo mais leve.

Agora, eles trazem mais afinações, e Montreal, uma pista onde os pilotos vão a todo o gás durante cerca de 60% do circuito, é uma oportunidade para deixar uma declaração de interesses para o resto da época com Vettel [3.30] a somente 14 pontos de Hamilton [1.56] na luta pelo título do Mundial de Pilotos.

Os donos da Ferrari irão assistir, e estarão à espera de resultados. Para Vettel será sempre apenas mais uma corrida - para Lotti o sucesso da sua última melhoria de motor pode ser a diferença entre partir ou ficar.

Ver mercado