Apostas Grande Prémio do Reino Unido: Verstappen com valor para fazer pódio atrás de Hamilton

Lewis Hamilton não deve dar hipóteses em Silverstone, mas poderá Verstappen 'sacar' um lugar no pódio?
Ver mercado

É difícil ver algo para além do regresso de Lewis Hamilton aos triunfos mas Ralph Ellis também está crente que o vencedor da semana passada pode voltar a fazer uma boa corrida...

"A forma de Verstappen em Silverstone é razoável – ficou em segundo em 2016 e em quarto no ano passado – vale a pena apostar que fica no pódio este ano."

Ao longo dos anos tenho-me interessado cada vez mais pela psicologia do desporto e li vários livros sobre o assunto. Talvez um dia até me inscreva num curso da Universidade Aberta.

Mas apesar de tudo o que li, nunca tinha ouvido a frase "pensamento circular", até o patrão da Mercedes, Toto Wolff, ter dito que foi o que causou problemas a Lewis Hamilton no Grande Prémio da Áustria.

Encontrei um site que diz que isto acontece "quando todas as soluções que consegues imaginar levam-te de volta à origem do problema".
James Vowles, o director de estratégia da equipa, responsabilizou-se pelo erro da equipa ao não mudar os pneus de Hamilton durante a volta do safety car virtual, mas a explicação de Wolff foi que a equipa estava tão ocupada a analisar as alterações que nunca chegou a tomar uma decisão.

Seja qual for a razão, não se podem dar ao luxo de ter um "pensamento circular" ou qualquer outra espécie de círculo este fim de semana se quiserem que Hamilton acabe com a desvantagem de um ponto em relação a Sebastien Vettel no Mundial de Pilotos.

Hamilton já não tem problemas com a bomba de combustível


Silverstone é a pista de Hamilton. Venceu aqui quatro anos consecutivos. No ano passado conseguiu o Grand Slam ao ficar na pole position, liderar em todas as voltas, fazer a volta mais rápida e vencer a corrida (com uma vantagem de 14 segundos em relação ao colega da equipa, Valtteri Bottas).

Não é de estranhar que o campeão em título esteja a [1.84] para ser outra vez o Vencedor da Corrida e assim ultrapassar Jim Clark e Alain Prost com um recorde de seis vitórias no Grande Prémio da Inglaterra.

A boa notícia é que o problema na bomba de combustível que o obrigou a sair da corrida depois de 61 voltas na Áustria não criou mais nenhum dano no motor, por isso não corre o risco de sofrer uma penalização na grelha.

James Allison, director técnico da Mercedes, disse que quaisquer que fossem os problemas que obrigaram à saída de Hamilton e Bottas na Áustria, não estiveram relacionados com o motor melhorado que foi usado pela primeira vez.

Desde que Vowles e a sua equipa se alinhem a nível de estratégia, tudo indica que Hamilton vai conseguir mais uma vitória - com o bónus da pista em Silverstone ter sido renovada, assim como em Barcelona e França, onde ele teve as duas vitórias mais confortáveis esta temporada.

Verstappen com valor para terminar no pódio


A previsão meteorológica diz que vai estar bom tempo, e vai ser interessante ver o é que Max Verstappen faz depois da vitória na Áustria.

Eu disse antes da corrida da semana passada que a sua condução estava mais madura, e recomendei uma aposta no pódio - acabei por me amaldiçoar por ter achado que não valia a pena apostar no primeiro lugar a [19.00].

Mas a forma como encarou as duas últimas voltas, diminuindo a velocidade nas duas curvas à direita para aliviar o desgaste dos pneus, compensando depois o tempo noutra parte, mostrou bem como ele já pondera e não se limita a confiar no instinto de corrida.

A forma de Verstappen em Silverstone é razoável - ficou em segundo em 2016 e em quarto no ano passado - vale a pena apostar que fica no pódio este ano.

Além disso, a equipa de estratégia da Red Bull tem feito sempre as escolhas certas. Foram os primeiros a chamar os dois carros para trocarem de pneus com o safety car virtual na Áustria e tenho quase a certeza que foi isso que deu a vitória a Max. Não houve "pensamentos circulares".

Ver mercado