Antevisão Open de França Feminino: Kvitova valorizada com preço nos dois dígitos

Os dados estatísticos de Petra Kvitova dão garantias de um bom torneio...
Ver mercado

Dan Weston analisa o sorteio para o Open de França na variante feminina, e deixa-nos com as suas sugestões para o evento...

"Depois de ter apontado quatro tenistas - Halep, Svitolina, Bertens e Kvitova - com dados combinados de serviço/resposta superiores a 105% durante este ano e nos últimos 18 meses, elas tornaram-se na minha base de principais candidatas à glória."

Início complicado para uma Serena Williams destreinada


Enquanto o sorteio masculino ficou bastante lotado, particularmente no último quarto, a natureza equilibrada do sorteio feminino significa que esses brutais confrontos são mais difíceis de encontrar, no entanto a não-favorita Serena Williams terá um começo complicado, defrontando a forte servidora Krystina Pliskova na primeira ronda, antes de uma provável segunda ronda com uma Ash Barty em rápido crescimento.

Um potencial duelo na terceira ronda com Julia Goerges ou Dominika Cibulkova completa um complicado começo de evento para a lenda norte-americana, e será interessante verificar de que modo a sua falta de eventos de preparação irá manifestar-se a partir deste Domingo.

Halep com Svitolina como favoritas do mercado


No seguimento do sorteio, Simona Halep manteve-se como favorita no mercado Intercâmbio, a [7.20], mas a romena tem agora a companhia de Elina Sviotlina como co-favorita ao mesmo preço, com a ucraniana, a descer dos [8.60] da passada terça-feira após ser bafejada com um sorteio bem acolhedor onde defrontará adversárias de fraca qualidade e até algumas qualifiers.

Kvitova pode valer aposta a preço generoso para obter a glória


Depois de ter apontado quatro tenistas - Halep, Svitolina, Bertens e Kvitova - com dados combinados de serviço/resposta superiores a 105% durante este ano e nos últimos 18 meses, elas tornaram-se na minha base de principais candidatas à glória.

Com isto em mente, vale a pena olhar ao calendário de Kvitova, com a esquerdina checa como quarta favorita do quadro, actualmente a [15.50]. Ela defronta a paraguaia Veronica Cepede na estreia, antes de defrontar Lara Arruabarrena ou Timea Babos. Anett Kontaveit é a sua provável rival na terceira ronda, e este calendário está longe de ser desastroso, assim como um eventual embate com Sloane Stephens ou Anastasia Pavlyuchenkova na quarta ronda. Embora Kvitova não seja lembrada pelo seu poderio em terra batida, num tipo de piso sem um tenista dominante, ela pode ser apostada a um preço generoso.

Bertens em condições mas com calendário difícil


No que diz respeito a Bertens, uma caminhada até à semifinal aqui em 2016 é o seu melhor desempenho num GrandSlam, mas demonstra há quanto tempo ela pode apresentar forte qualidade neste piso. O problema para ela tem haver com o calendário - primeiramente, ela defronta Aryna Sabalenka na estreia, e Angelique Kerber na terceira ronda, mesmo que a germânica não seja tão forte em terra batida quanto noutras superfícies. E em segundo, porque está no primeiro quarto do quadro onde terá companhia de Simona Halep.

Karolina Pliskova também não terá vida fácil


Na verdade, os sorteios complicados tocaram a várias jogadoras que eu esperava poderem ter sorte, com Elise Mertens, Marketa Vondrousova, Anastasija Sevastova, Camila Giorgi, e a previamente mencionada Kontaveit a terem encontros duros antes ou até à quarta ronda.

Eu também apontei Karolina Pliskova como ligeiramente subestimada tendo em conta que só é valorizada em superfícies rápidas, mas a checa também está num segmento duro, com Maria Sharapova a poder defronta-la na terceira ronda, e depois a medir forças com a vencedora do brutal segmento Williams/Barty.

Martic pode surpreender a preço elevado em fraco terceiro quarto


Honestamente, é o terceiro quarto aquele que parece mais fraco. Aqui temos a fora de forma campeã em título, Jelena Ostapenko, as jogadoras com dúvidas físicas Victoria Azarenka e Madison Keys, assim como Johanna Konta, Venus Williams e Naomi Osaka todas elas bem melhores em pisos que não a terra batida.

Com isto em mente, eu vou tentar Petra Martic a um preço gigante como jogadora com potencial para Cash Out. Os seus dados em terra batida são decentes, com dados combinados de 101.6% em 2018, e um muito forte 106.2% nos últimos 18 meses, e a [310.00] no mercado Intercâmbio, ela oferece potencial para sérios lucros se conseguir superar algumas rondas. Outra opção para os apostadores aqui é apostar na croata a [67.00] para vencer o terceiro quarto no Sportsbook.


APOSTAS RECOMENDADAS:

Petra Kvitova para Vencer o Open de França @ [15.50]
Petra Martic @ [310.00] para Cash Out

Ver mercado