Apostas ATP Indian Wells Dia 6: Mercado ajustado com grandes nomes claramente favoritos

John Isner parece a preço ligeiramente curto contra Guido Pella
Ver mercado

A terceira ronda prossegue em Indian Wells esta noite e após regressar aos lucros ontem, Dan Weston está de volta para examinar o mercado...

"Pella tem um fraco registo de 4-8 em piso duro nos últimos 12 meses mas a sua percentagem de pontos ganhos no serviço/resposta supera os 100% nessas partidas, portanto ele não é propriamente fraco neste piso, apesar da sua reputação como tenista de terra batida."

Kecmanovic coloca-nos de novo na rota do lucro


Miomir Kecmanovic deu-nos outra aposta vitoriosa esta noite na Califórnia, com o jovem sérvio a bater facilmente o compatriota Laslo Djere. Ele continua a dar sinais muito promissores para o futuro. Eu espero muitas mais vitórias da sua parte no circuito principal num futuro não muito distante e ele não parece assim tão longe de ter hipóteses amanhã contra Yoshihito Nishioka.

No que toca à acção desta noite, não temos grande abundância de valor que eu sinta merecer discussão. Como é habitualmente o caso em partidas a envolverem nomes sonantes, eles estão correctamente avaliados pelo mercado, com a qualidade dos jogadores e tendências recentes bem conhecidas pela maioria.

Cilic e Khachanov favoritos em demasia


Todos excepto dois têm um favorito de preço a rondar os [1.40] ou menos e não parece existir uma grande possibilidade em nenhum lado. Dos favoritos disponíveis a preços mais elevados, provavelmente será justo mencionar que Marin Cilic deveria estar um pouco mais curto do que [1.63] frente a Denis Shapovalov, caso estivesse bem fisicamente e nos seus dias. No entanto, isso não é garantido, depois de ter jogado apenas duas vezes deste o Open da Austrália em Janeiro. Tendo em conta essa preocupação, o seu preço parece correcto.

Karen Khachanov é outro jogador que não tem impressionado ultimamente e o talento russo está a [1.54] contra o compatriota Andrey Rublev. O meu modelo concorda totalmente com esta linha e embora exista uma considerável diferença de talento entre os dois actualmente, Khachanov perdeu contra oposição mais fraca no último mês e tal.

Federer deve superar compatriota Wawrinka


O grane jogo do dia acontece claramente entre Stan Wawrinka e Roger Federer, com o mais ilustre dos helvéticos favorito a [1.33] para atingir a quarta ronda. Federer tem uma vantagem de 22-3 no confronto directo antes deste encontro e considerando que o melhor Wawrinka teve consideráveis problemas para bater o seu compatriota no passado, é difícil imaginar como esta pior versão de Stan, mais orientada para o serviço, poderá lidar contra um adversário que assegura os seus serviços e quebra o adversário com muito maior frequência.

Pella com potencial para competir contra Isner


O único ponto de valor que encontrei foi pequeno e não particularmente entusiasmante. O meu modelo tem John Isner um pouco curto a [1.28] contra Guido Pella, o que pode surpreender algumas pessoas. Pella tem um fraco registo de 4-8 em piso duro nos últimos 12 meses mas a sua percentagem de pontos ganhos no serviço/resposta supera os 100% nessas partidas, portanto ele não é propriamente fraco neste piso, apesar da sua reputação como tenista de terra batida.

Os problemas de Pella neste tipo de jogos tem haver com o seu fraco registo em tiebreaks, e também com uma performance 8% abaixo nos pontos de break no seu serviço (com base na sua expectativa de pontos ganhos em percentagem). Como afirmei anteriormente, este tipo de coisas tende a inverter-se e voltar à normalidade, e será interessante verificar se Pella pode testar o grande servidor norte-americano esta noite num piso tendencialmente lento.

No entanto, apesar da sua grande reputação de servidor, Isner tem um registo muito sólido a cumprir o handicap -3.5 quando cotado a preço semelhante em piso duro no último ano e tal, e por essa razão estou algo relutante em apostar em Pella +3.5 Jogos a [1.78] aqui. Se fosse forçado a sugerir algo, então seria uma pequena quantia nesta opção, mas felizmente não é esse o caso.

Noutras partidas, a nossa escolha pré-torneio Rafa Nadal defronta um Diego Schwartzman que orientará a partida para a resposta ao serviço, e o espanhol é claramente favorito a progredir, enquanto Kei Nishikori procura a vingança da sua recente derrota para Hubert Hurkacz. O nipónico está avaliado por volta de [1.35].

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"

Redação,