Apostas ATP Mutua Madrid: Nova Geração pode brilhar em Madrid com Dimitrov e Nishikori

A preparação para Roland Garros prossegue, com o ATP Tour a deslocar-se para a capital espanhola para o Mutua Madrid Open, onde Sean Calvert antevê que duas das estrelas emergentes possam revelar-se grandes adversários para a elite...

"Nas suas duas últimas aparições Nishikori bateu Federer, Ferrer e Dimitrov e até ganhou um título em terra batida sem perder um set, portanto ele está no auge da sua forma."

Kei Nishikori @ 35/136.0

A temporada de terra batida entra na sua fase final antes do Open de França com dois torneios Masters 1000 num espaço de duas semanas, sendo que esta semana a acção é em Madrid.

O Mutua Madrid Open é o quarto Masters 1000 da temporada e será jogado na famosa "Caja Mágica" numa altitude superior a 2000 pés, o que a torna no court mais rápido dos eventos em terra batida com grande diferença face às outras.

O polémico piso azul já faz parte do passado, o que é uma vergonha, e o nosso campeão em título Rafael Nadal, que tem estado abaixo do que lhe é habitual nesta fase da temporada, até já perdeu para David Ferrer e Nicolas Almagro em terra batida.

Ambos os jogos teriam quotas muito altas para o desfecho ocorrido e isso só mostra a actual falta de confiança de Nadal que até perdeu um encontro equilibrado para Almagro, um dos jogadores mais fracos no aspecto mental no circuito na fase derradeira das partidas. 

Portanto, Nadal chega aqui na pior forma de que nos lembramos mas os apostadores continuam a confiar no espanhol para obter o seu quarto título aqui a 6/42.5, mas este é um piso que está longe de ser o seu favorito da terra batida.

Desde que o torneio mudou de piso duro "indoor" para terra batida em 2009 ele jé venceu por duas vezes, mas a altitude leva as bolas a voarem um pouco rápido demais para seu gosto e na sua actual forma é difícil sugerir uma aposta em Nadal a 6/42.5.

Rafa foi sorteado na mesma metade que Roger Federer, Tomas Berdych, Andy Murray, Grigor Dimitrov, Tommy Haas, Jo-Wilfried Tsonga e Nico Almagro, e destes eu prefiro tentar a minha sorte com Dimitrov a cerca de 51.0.

Federer já aqui venceu o mesmo número de vezes que Nadal desde que o torneio mudou para terra batida e ele gosta mais das condições de jogo que Rafa, mas o suíço não vence o seu "carrasco" em terra batida desde 2009, precisamente neste torneio.

Eles têm encontro previsto para as Meias-Finais, mas continuará a apatia de Nadal a manifestar-se de tal forma que Dimitrov o possa bater antes disso?

O búlgaro parece bem melhor física e mentalmente sob as orientações do novo treinador Roger Rasheed e tomou muito bem conta do recado no seu primeiro título de terra batida em Bucareste há duas semanas atrás - batendo a minha sugestão de 20/121.0 Lukas Rosol na Final.

Com as dúvidas a pairar sobre o Rei da terra batida, Dimitrov, que já esteve perto de bater Nadal em terra batida, possui a forma e confiança necessárias para poder causar uma surpresa.

Andy Murray ainda procura bater um jogador do top-10 em terra batida desde que superou Nikolay Davydenko em 2009 e na última tentativa levou uma lição de Fabio Fognini, enquanto Haas se encontra lesionado, Tsonga não tem hipóteses e Berdych pareceu muito inseguro no Portugal Open. 

As dúvidas também assolam Novak Djokovic na parte inferior do quadro, com o sérvio a ter contraído uma lesão no pulso e como vimos em inúmeras ocasiões - com Laura Robson e Del Potro ultimamente - isto podem ser muito más notícias para um jogador de Ténis.

Ele até pode estar a recuperar muito bem, e aí os seus 4/15.0 podem valer ouro no próximo Domingo, mas este também não tem sido o seu torneio favorito, onde apenas alcançou um título e é difícil apostar nele sem ter confiança nas suas actuais condições físicas. 

As alternativas incluem Stan Wawrinka, Kei Nishikori, David Ferrer e Fabio Fognini e eu gosto da ideia de ir para o lado do japonês esta semana já que ele mostrou uma forma soberba pela primeira vez em terra batida na passada semana em Barcelona.

Com o seu novo treinador Michael Chang, a sua progressão na terra batida tem sido enorme e estas condições rápidas de jogo também o podem favorecer.

A preocupação é o seu frágil corpo, mas o seu sorteio parece favorável, com Milos Raonic a não dever passar de uma ameaça e Wawrinka a ser o verdadeiro obstáculo a ultrapassar.

Stan também transborda confiança nesta altura, mas o valor da sua aposta é baixo a cerca de 6.5 depois do espantoso triunfo em Monte-Carlo e a 35/136.0 será interessante observar como irá Nishikori apresentar-se neste evento Masters 1000.

O japonês esteve bastante bem em Miami ao alcançar as Meias-Finais antes de desistir mais uma vez por lesão e nas suas duas últimas aparições bateu Federer, Ferrer e Dimitrov e até ganhou um título em terra batida sem perder um set, portanto ele está no auge da sua forma neste momento.

Ferrer é, definitivamente ultrapassável e parece uma aposta ruinosa a 20/121.0 tendo em conta que ele nunca passou das Meias-Finais aqui e pode ser rapidamente eliminado em condições de jogo tão rápidas. Na verdade, ele não passa dos Quartos de Final desde 2010...

A sua última partida diante de Teimuraz Gabashvili será uma daquelas que ele quer esquecer, mas melhores oportunidades virão para ele aparecer com o decorrer da temporada.

Fognini mostrou um raro profissionalismo em Estugarda até perder na Final, e continua a não ser confiável até se conseguir tornar um jogador estável, e ele já provou que ainda não é esse jogador.

Na verdade, Fogna está num mini-grupo de excêntricos, juntamente com Ernests Gulbis, Alex Dolgopolov e Jerzy Janowicz na secção de Djokovic, o que deverá proporcionar jogos muito interessantes.

Mas os meus dois "jokers" para esta semana são Dimitrov e Nishikori, já que as jovens pérolas têm limado arestas para se instalarem na elite do Ténis na altitude de Madrid.

Apostas Recomendadas: (Ambas para CashOut)
Kei Nishikori @ 35/136.0
Grigor Dimitrov @ 51.0