Apostas ATP Tour Finals Dia 6: Isner precisa contornar odds para ter hipótese de qualificação

John Isner precisa bater Alexander Zverev esta tarde...
Ver mercado

Conclui-se esta Sexta-Feira a fase de grupos da ATP Tour Finals e todos os quatro jogadores do Grupo Kuerten têm ainda chances de qualificação. Dan Weston, colunista de ténis da Betfair, analisa os encontros...

"Nos seus frente-a-frente, Zverev assegurou 94.2% dos seus jogos de serviço, enquanto Isner só conseguiu fazê-lo em 85.3%, e esta diferença estatística é mais justificativa do preço actual."

Federer ajuda-nos a manter registo 100% vitorioso na semana


Para além de lhe ter assegurado a qualificação, o triunfo em dois sets de Roger Federer sobre Kevin Anderson na noite passada ofereceu-nos outra aposta vencedora na semana. Desta vez foi no handicap de jogos, com o nosso registo no evento a ser agora de dois em dois. Com os mercados muito ajustados em partidas entre dois jogadores de alto perfil, fomos forçados a escolher bem as nossas apostas esta semana, mas eu prefiro fazer isso quando a situação assim o exige.

Ambos os jogadores nesse encontro se qualificaram, com Federer a vencer o grupo apesar da derrota na estreia. Estas posições no grupo têm potencial para ser muito significativas, com Anderson a enfrentar agora uma semifinal bem mais difícil contra Novak Djokovic, enquanto Federer defrontará o segundo classificado no Grupo Kuerten.

Isner mal na resposta em anteriores embates com Zverev


Neste preciso momento, todos os jogadores do grupo ainda se podem qualificar - mesmo John Inser, que precisará de bater Alexander Zverev e registar o seu primeiro triunfo no torneio esta tarde.

Para este duelo, Zverev é favorito a [1.41] para vencer no Intercâmbio, um preço com o qual o meu modelo concorda inteiramente. Em termos gerais, não há muito que separe os dois jogadores com base nas suas percentagens de serviço/resposta nesta superfície, com Isner a ter grande ascendente no serviço e Zverev largamente acima na resposta. Certamente que a diferença entre os dois jogadores, quando olhamos às percentagens combinadas, não justifica um preço de mercado tão díspar.

No entanto, Zverev venceu quatro dos últimos cinco confrontos - embora um tenha sido na Laver Cup - e também possui uma razoável vantagem estatística sobre o gigante norte-americano. Nos seus frente-a-frente, Zverev assegurou 94.2% dos seus jogos de serviço, enquanto Isner só conseguiu fazê-lo em 85.3%, e esta diferença estatística é mais justificativa do preço actual.

Com ambos os jogadores a precisarem de vencer para terem hipóteses de qualificação - embora me pareça que há algumas permutas possíveis onde Zverev se pode qualificar mesmo perdendo - eu espero que a motivação dos jogadores seja alta, e será uma surpresa se este não for um jogo extremamente equilibrado. Zverev irá precisar de aproveitar as oportunidades de break, enquanto a melhor chance de Isner vencer sets será provavelmente através de tiebreaks.

Cilic altamente 'outsider' para infligir rara derrota a Djokovic


O encontro nocturno verá o imbatível Djokovic como favorito a [1.18] contra Marin Cilic, cujas hipóteses de qualificação serão igualmente influenciadas pelo encontro da tarde.

Tal como nesse anterior embate, eu sinto que os preços do mercado estão correctos. Djokovic tem números bem superiores, tanto no serviço como na resposta, nesta superfície, tanto a curto, como médio e longo prazo, e o registo de Cilic contra jogadores de elite - como já discutido anteriormente nesta coluna - precisa de melhorias.

Isto também é reflectido no 16-2 a favor de Djokovic nos confrontos com o croata - apesar de estar 2-2 nos últimos três anos - mas ao longo de todos estes embates, Cilic sofreu a valer no seu serviço, assegurando abaixo da marca dos 70%, e só vencendo cerca de 58% dos seus pontos no serviço.

Estes números dão claro sinal das dificuldades de Cilic contra Djokovic ao longo da sua carreira, com o nº1 mundial a ter uma relativa felicidade na resposta ao serviço de Cilic, e será certamente necessária uma grande subida de nível por parte de Cilic para poder sair de court com um triunfo esta noite.

Quanto a Djokovic, o seu nível nos últimos meses tem sido sublime, e mostra que ele está quase de volta ao seu nível imperial - um nível em que se torna virtualmente imbatível, particularmente em piso duro. E embora não esteja certo de que ele já esteja nos 100%, o seu nível neste momento é bem superior a qualquer outro jogador no circuito, o que certamente será uma preocupação para os seus rivais do top-10 durante o período de férias.

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"

Ver mercado