Apostas ATP Tour Semana 39: De Minaur pode surpreender em Shenzhen

Não é fácil defender a causa de Andy Murray em Shenzhen...
Ver mercado

Com os eventos ATP na Europa a terminarem ontem, o circuito avança para a Ásia com torneios em Chengdu e Shenzhen. O nosso colunista de ténis, Dan Weston, regressa com a sua previsão...

"O Australiano, Alex De Minaur, parece ser o jogador melhor equipado para o fazer. Ele deverá ser favorito frente a qualquer adversário no seu quarto, e tem um registo combinado de serviço/resposta em clara evolução - 102.8% em piso duro este ano."

Circuito ATP avança para a Ásia por três semanas


Vamos ter três semanas de eventos asiáticos no circuito ATP, que irão culminar no Shanghai Masters, a ter início a 8 de Outubro. Os grandes jogadores terão oportunidades nestes eventos de preparação de acertar o seu jogo antes dos últimos dois torneios Masters, enquanto aqueles de menor perfil irão em busca de assegurar boas exibições que sejam recompensadas com o estatuto de cabeça-de-série no Open da Austrália ou ainda de assegurar que o seu ranking é suficientemente alto para entrar directamente no quadro principal.

A acção na Ásia começa esta semana com dois torneios de pequena nomeada, de nível 250, torneios de piso duro na China, com as cidades de Chengdu e Shenzhen a serem anfitriãs.

Difícil tarefa para Murray na China


Após afirmar que iria gastar as próximas duas semanas na China para concluir a temporada 2018, Andy Murray apresenta-se em Shenzhen, embora o escocês não seja cabeça-de-série e enfrente um tenista wild-card da casa Zhizhen Zhanf na primeira ronda.

Murray precisa vencer cinco partidas para conseguir o título, mais um do que o quarteto formado por David Goffin, Borna Coric, Damir Dzumhur e Steanos Tsitsipas, que estão isentos na primeira ronda. Em condições que parecem de média velocidade para um evento em piso duro, só um bravo apostador irá em Murray a [7.00], mesmo que o Sportsbook forneça um melhor preço ao longo de toda a indústrias da apostas para este torneio.

A falta de fé do Sportsbook em Murray é sublinhada pelos preços de Coric, Tsitsipas e Goffin que estão mais curtos, e olhando ao seu sorteio no primeiro quarto, uma segunda ronda contra Goffin deverá ser seguida por potenciais quartos de final com Fernando Verdasco pelo que não se trata de um caminho fácil até às fases finais de um ATP 250.

Coric e Shapovalov também ameaçam na metade superior


Também na metade superior está Coric, assim como Denis Shapovalov, que fecha o segundo quarto. Se Cameron Norrie, ou os igualmente jovens Yoshihito Nishioka ou Ilya Ivashka conseguirem uma boa semana, eles também podem ameaçar nesta secção, e com uma metade superior do quadro relativamente lotada (comparada com o normal em torneios 250), será sensato virar o foco para uma metade inferior do quadro menos competitiva.

De Minaur com qualidade para uma boa campanha a óptimo preço


Dzumhur e Tsitsipas são os favoritos isentos da primeira ronda nesta metade e ir contra o inconstante bósnio, Dzumhur, no terceiro quarto, parece um bom plano.

O Australiano, Alex De Minaur, parece ser o jogador melhor equipado para o fazer. Ele deverá ser favorito frente a qualquer adversário no seu quarto, e tem um registo combinado de serviço/resposta em clara evolução - 102.8% em piso duro este ano.

De Minaur começa contra Yuichi Sugita, que mostrou este ano quão atípica foi a sua variação no ranking na época passada - o nipónico de 30 anos tem um registo de 3-9 em piso duro em 2018, com fracos dados de resposta. A [17.00], o sétimo favorito do torneio pode fazer uma boa campanha em Shenzhen.

Fognini com sorteio generoso em Chengdu


Olhando para Chengdu, os preços para vencedor estão ainda para ser adicionados no Sportsbook, mas mais uma vez, as condições antecipadas serão claramente médias, com os dados históricos a mostrarem poucas derivações desse tipo de registo.

Num evento que parece ter pouca qualidade, Fabio Fognini, Nikoloz Basilashvili, Adrian Mannarino e Hyeon Chung são os favoritos com vaga na2ª ronda, sendo que o favorito Fognini recebeu um calendário acessível na primeira metade, com apenas Matteo Berrettini no seu quarto a ser capaz de ter registos decentes em piso duro.

Registo de Querrey na Ásia deixa muito a desejar


O segundo quarto, também na metade superior, parece fraco, com Basilashvili a beneficiar de isenção apesar de Sam Querrey e Taylor Fritz serem mais competentes em piso duro. No entanto, o registo de Querrey na Ásia é atroz, vencendo cerca de 40% dos seus jogos no continente e é difícil sequer remotamente considera-lo uma opção para vencedor esta semana.

Mannarino e Chung levantam questões


Na metade inferior do quadro, os favoritos Adrian Mannarino e Hyeon Chung também levantam as suas dúvidas. O francês chega ao evento a precisar de afugentar uma série de três derrotas, e o seu registo nas últimas seis partidas é de 1-5, com o único triunfo sobre Marco Cecchinato, cuja falta de competência fora da terra batida tem sido bem documentada nesta coluna anteriormente.

Quanto a Chung, não estou convencido da sua condição física, com a sua última partida a ser uma decepcionante derrota em dois sets contra Mikhail Kukushkin no Open dos Estados Unidos. Com isto em mente, não me importo de tentar a sorte com Gael Monfils, que está a cerca de [8.00] no mercado geral.

Aclimatizado Monfils com alguma hipótese em fraco evento


O francês Monfils é um talento prodigioso que não tem sido capaz de o demonstrar consistentemente este ano, com as lesões a complicarem-lhe a vida. No entanto, ele parece estar aqui para jogar após vir para a Ásia uma semana antes para se ambientar, culminando num triunfo no Challenger de Kaohsiung este domingo.

Monfils enfrenta o jovem sul-africano, George Harris, na estreia, antes de possivelmente medir forças na segunda ronda com outro tenista inconstante, sob a forma de Bernard Tomic. No entanto, Tomic tende a ser mais forte em pisos mais rápidos do que os que provavelmente irá encontrar na China esta semana, e para uma pequena aposta, Monfils parece a melhor aposta se conseguires encontrar algo como [8.00] num torneio bastante em aberto.


APOSTA RECOMENDADA:
Alex De Minaur @ [17.00] each-way para vencer o ATP Shenzhen

Ver mercado