Apostas ATP Tour Semana 40: Raonic pode valer aposta após melhoria estatística

Milos Raonic tem jogado a bom nível nos últimos meses...
Ver mercado

Esta semana continuam os eventos asiáticos em piso duro no circuito ATO com os torneios de Pequim e Tóquio. De regresso às previsões está o nosso colunista de ténis, Dan Weston...

"os dados de Raonic ao longo dos últimos três meses são fortes, vencendo 74.7% dos seus pontos no serviço e 33.7% dos pontos na resposta (108.4% combinado) o que fica perto do seu melhor nível, para não mencionar o seu pico anterior quando ascendeu ao top-5 do ranking."

De Minaur perto de gerar retorno em Shenzhen


As margens são muitas vezes ténues entre apostas de sucesso no mercado para Vencedor, e isso foi ilustrado na última semana pela nossa seleção, Alex De Minaur, que não conseguiu concretizar dois match points na semifinal que nos teria pelo menos dado lucro como each-way no nosso [17.00] recomendado.

Esta semana temos mais dois torneios que nos dão oportunidade de levantar após essa pancada, e ambos são torneios de nível 500, disputados em piso duro (indoor e outdoor), portanto espera-se muita acção na semana que se avizinha.

Lentas condições esperadas em Pequim


Em Pequim, antecipo condições lentas de jogo e bem diferentes daquelas esperadas em Shanghai na próxima semana. Apenas 76.9% dos jogos de serviço foram assegurados nos últimos três anos, 2.3% abaixo da média ATP, e apenas 0.50 ases por jogo foram conseguidos neste local no mesmo período.

Quando olhamos a este torneio, também vale a pena mencionar a poluição de que os jogadores se têm queixado, e talvez alguns apostadores possam explorar este fenómenos esta semana caso façam pesquisa se há ou não tendência para mais abandonos, certos resultados e qualquer impacto que isso possa ter em jogadores propensos a recuperações nas partidas.

Del Potro e Zverev lideram mercado


O 1º cabeça-de-série Juan Martin Del Potro é o favorito do torneio, com o Sportsbook a oferecer [3.75] pelo argentino neste momento, e Alexander Zverev logo de seguida no mercado a [4.33]. Grigor Dimitrov [7.00] e o finalista vencido de hoje em Chengdu, Fabio Fognini [10.00] são os outros jogadores com preços até à dezena.

Falta de jogadores de elite em acção


Apenas Tomas Berdych, em 2011, foi um vencedor sem ser de elite deste evento ao longo da década, com Novak Djokovic, Andy Murray e Rafa Nadal a serem os outros campeões, e quase só temos tido finalistas vencidos dentro do top-10. Com base nisto, parece razoável assumir que os jogadores de elite levam este evento muito a sério na preparação para o Shanghai Masters da semana seguinte.

No entanto, existe escassez de jogadores de topo em cena, com apenas três - os três principais favoritos - a entrarem em court esta semana na China, portanto alguns finalistas de menor perfil podem surgir.

Difícil avaliar quadro com tantos jogadores com dúvidas


Dos quatro principais favoritos, tanto Del Potro em particular, como Dimitrov, não irão gostar das lentas condições de jogo, enquanto Fognini as pode apreciar e até beneficia de um sorteio generoso, com Marco Cecchinato, que odeia piso duro, a ser o outro favorito do segundo quarto. Na verdade, é bem difícil encontrar grande valia em Pequim, com os jogadores de topo a terem pouco tempo em court desde o US Open, e há definitivamente quadros mais fáceis de ler.

Novo local indoor em Tóquio


Avançando até Tóquio, eu penso que teremos um novo local ao contrário de anos anteriores, com o torneio a ser agora jogado em piso indoor. Com isso em mente, é difícil estabelecer a velocidade de court que teremos, no entanto a média dos pisos duros indoor irá provavelmente ter uma velocidade idêntica aquela esperada em Shanghai na próxima semana.

Cilic favorito apesar de sorteio perigoso


O quadro é forte, com Marin Cilic o favorito a [5.50]. Kei Nishikori, no seu torneio de casa, está um pouco atrás a [6.00], com Kevin Anderson e Milos Raonic logo a seguir a [6.50] e [7.50], respectivamente.

Apesar do estatuto de favorito, o quadro de Cilic está longe de ser fácil, com Stan Wawrinka, Denis Shapovalov e Hyeon Chung entre as maiores ameaças no primeiro quarto. O quarto de Raonic é bem mais acessível, com três qualifiers, juntamente com Diego Schwartzman, Adrian Mannarino e Steve Johnson.

Raonic pode valer aposta após voltar ao melhor nível


No entanto, é relativamente difícil confiar em Raonic neste tipo de eventos. O canadiano tem um registo de abandonar em fases adiantadas dos torneios e fica difícil ter fé nele com base nesse dado. Ainda assim, os dados de Raonic ao longo dos últimos três meses são fortes, vencendo 74.7% dos seus pontos no serviço e 33.7% dos pontos na resposta (108.4% combinado) o que fica perto do seu melhor nível, para não mencionar o seu pico anterior quando ascendeu ao top-5 do ranking.

Vale a pena correr o risco com o canadiano neste evento? Aos preços actuais, com os números que tem apresentado nos últimos três meses, e um calendário favorável, ele parece a melhor de todas as apostas, particularmente com o lado oposto do quadro a ter alguns nomes de qualidade e outros jovens com potencial.


APOSTA RECOMENDADA:
Milos Raonic para vencer o ATP Tóquio @ [7.50] no Sportsbook

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"

Ver mercado