Apostas Open da Austrália: Djokovic baterá Murray com alguma margem de conforto

Voltará Djokovic a levar a melhor sobre Murray na Final de Melbourne?

Novak Djokovic e Andy Murray encontram-se pela 31ª vez nas suas carreiras na Final do Open da Austrália 2016 este Domingo e Sean Calvert espera que o nº1 mundial alcance outro título do major...

"Murray perdeu 12 dos seus últimos 13 embates contra Djokovic em piso duro..."

Djokovic -5.5 Jogos @ 1.768/11

Andy Murray continuou a assombrar-me neste Open da Austrália nas Meias-Finais quando uma corda partida da raquete do escocês me custou caro quando ele tinha break point aos 5-5 do Segundo Set diante de Milos Raonic.

Quatro dos cinco sets não tiveram tie break e aquele que foi a tie break não só me comprometeu a aposta no "Não" aos tie breaks como também me arruinou os Unders, e eu imagino que tipo de energia restará a Murray para a Final?

Depois de ser bafejado pela sorte de Raonic ter contraído uma lesão durante essa Meia-Final, o escocês avalia as suas chances contra Novak Djokovic pela 31ª vez nas suas carreiras e pela quinta no Open da Austrália.

Até ao momento, três dos quatro embates em Melbourne forma finais e Murray é certamente um dos Reis em vice-campeonatos neste torneio, algo que pode deve voltar a acontecer se Djokovic se apresentar próximo da sua melhor forma.

E foi isso que vimos do nº1 mundial na Meia-Final frente a Roger Federer com os dois primeiros sets a serem verdadeiramente sublimes por parte do sérvio e esse nível é insuperável por qualquer outro jogador do planeta.

Murray perdeu 12 dos seus últimos 13 embates contra Djokovic em piso duro e o escocês já afirmou no passado que o sérvio é o seu pior pesadelo, o que não é surpreendente atendendo aos números apresentados.

Basicamente, Djokovic faz tudo um pouco melhor que Murray e geralmente é suficientemente competente para criar as diferenças necessárias entre os dois em pouco mais de duas horas.

E é esse bloqueio mental de que Murray sofre contra Djokovic que por vezes leva o sérvio a fugir no marcador quando o escocês começa a pressentir nova derrota.

Nas suas últimas 10 vitórias em piso duro sobre Murray, o set final terminou com os seguintes desfechos: 6-4, 6-3, 6-0, 6-3, 6-0, 6-2, 6-4, 6-4, 6-3, e 6-2, o que sugere que ou Murray claudica fisicamente - algo plausível novamente tendo em conta a sua desgastante caminhada até aqui - ou se resigna perante a proximidade da derrota.

De qualquer das formas, isso torna o -5.5 Jogos para Djokovic atractivo, com o sérvio a vencer por pelo menos cinco jogos de vantagem em 10 dos seus últimos 11 embates - e sete deles ganhos em partidas à melhor de três sets.

Eu também simpatizo com o 3-1 para Djokovic, com esse a ser de longe o resultado mais comum com que Novak venceu as suas finais de Majors e claro que o set inaugural será factor-chave, com Djokovic a deter um registo de 17-0 sobre Murray quando vence o primeiro set.

Em sentido contrário, Murray tem apenas um registo de 8-4 sobre Djokovic quando sai na frente, portanto não é assim tão vital para o sérvio entrar melhor, no entanto isso poderá tornar este encontro previsivelmente aborrecido um pouco mais interessante.

Este duo de atletas super competitivos tende a anular-se mutuamente até Djokovic cavar a primeira diferença e poderá tornar-se numa transmissão televisiva medíocre, especialmente depois de vermos a final feminina que foi excitante.

Aposta em Djokovic e talvez seja preferível dormires mais um pouco na manhã de Domingo.


Aposta Recomendada:
Djokovic -5.5 Jogos @ 1.768/11