Apostas Open da Austrália: Svitolina e Bertens são nomes a ter em conta

Kiki Bertens chega ao torneio em grande nível
Ver mercado

Com o quadro completo num torneio tão aberto, o evento feminino do Open da Austrália será fascinante nos próximos quinze dias. Dan Weston regressa para nos dar a sua opinião sobre os potenciais vencedores...

"Eu sinto que este sector do quadro está muito ao alcance de uma Kiki Bertens em bom nível. A jogadora holandesa tem fortes registos em piso duro, apresentando 109.1% de pontos ganhos no serviço/resposta nesta superfície nos últimos seis meses, vencendo quase 80% das suas partidas."

Preço de Halep ainda mais alto após sorteio brutal


Na minha previsão pré-torneio os meus dados avisaram que Serena Williams não era uma favorita sólida, enquanto os preços de Simona Halep e Caroline Wozniacki tinham sido inflacionados por conta das suas lesões. Uma lista flexível com Elina Svitolina, Qiang Wang e Kiki Bertens foi mencionada, mas o sorteio muda muita coisa e é importante finalizar as ideias já desenvolvidas anteriormente.

O preço de Halep deu mais um salto após um sorteio bem desfavorável. Tendo em conta as dúvidas sobre a sua condição física, um potencial embate na quarta ronda com Serena Williams parece distante - e isso se ela conseguir superar uma provável sucessão de jogos com Kaia Kanepi, Sofia Kenin e Venus Williams ou Mihaela Buzarnescu. Não será uma grande surpresa vê-la desfavorecida no mercados para Vencedor e ele negoceia agora a [28.00] no Intercâmbio.

halep_RG_melbourne.jpg

Wozniacki com apoio apesar dos problemas físicos


No reverso da medalha, Wozniacki recebeu algum apoio do mercado negociando agora ao mesmo preço de Halep, embora um potencial embate na terceira ronda com Maria Sharapova vá certamente ser um daqueles jogos a assistir. Ash Barty, que muitos dizem poder fazer um belo torneio, estaria então à espera do que acontecesse nesse confronto.

Primeiro Quarto atolado de jogadoras de qualidade


Analisando os quatro quartos do sorteio, já discutimos o primeiro quarto de Halep e os nomes listados na sua secção são apenas da metade superior. Também neste quarto superior do quadro temo Garbine Muguruza e Karolina Pliskova, portanto até num torneio onde muitos esperarão que elas vão longe no torneio, existem imensas pretendentes ao título naquele que será um quarto verdadeiramente diabólico.

Também é de olhar à jovem Iga Swiatek de apenas 17 anos - a campeã júnior de Wimbledon faz a sua estreia em Grand Slams e qualificou-se de modo impressionante para chegar ao quadro principal. As suas estatísticas ITF são soberbas, e embora possa ser pedir-lhe demasiado vencer alguns jogos na sua estreia, ele tem potencial para fazer uma grande carreira.

Nada nos dissuade de ficar com Svitolina


O segundo Quarto parece bem menos competitivo, com a campeão do US Open Naomi Osaka a liderar a secção. Os pontos ganhos por Osaka no serviço/resposta são altamente impressionantes, mas vale a pena temperar o optimismo com uma olhada ao seu registo frente a jogadoras do top-20. Ela tem apenas 9-14 frente a jogadoras do topo do ranking nos últimos 12 meses - muito fraco para uma nº4 mundial - e precisará de melhorar bastante neste departamento se quiser continuar a sua ascensão.

Victoria Azarenka, para a qual não estou 100% convencido sobre a sua condição física, Qiang Wang, Anastasija Sevastova, Elise Mertens, Madison Keys e Elina Svitolina também competem no Q2 e eu gostaria de analisar algumas delas. Os dados de Mertens são bons mas não espectaculares, ao passo que não estou certo da forma física de Keys. A grande servidora norte-americana ainda não jogou esta época, após abdicar dos WTA Championships em Zhuhai e da semana precedente em Pequim. Seria preciso um grande salto de fé para apostar em Keys.

Com isto em mente, estou satisfeito por continuar com a minha aposta em Svitolina, sendo que é agora possível apostar na ucraniana a [16.50].

Um pouco à semelhança de Alexander Zverev no quadro masculino, Svitolina não tem brilhado em Slams no passado mas venceu as Tour Finals no final da época. Eu espero que este triunfo tenha aumentado a sua confiança frente às melhores jogadoras do circuito e as potenciais três primeiras rondas parecem mais acessíveis do que a maioria Golubic/Kuzmova/Cibulkova.

Kvitova sobrevalorizada em Terceiro Quarto aberto


Passando ao Q3, Petra Kvitova e a já mencionada Wozniacki lideram a secção, e eu já mencionei que achei Kvitova um pouco sobrevalorizada pelo mercado nos últimos meses. As suas vitórias em Sydney esta semana colocaram-na um pouco mais curta - agora a [20.00] e vale a pena notar que ele é extremamente eficiente em slavar pontos de break no seu serviço, apesar dos seus dados de resposta serem particularmente impressionantes esta semana.

Perante isto, é difícil entender escolher alguém que se possa opor a ele neste quarto. Tanto Barty quanto Aryna Sabalenka têm sido bem suportadas, e estão agora demasiado curtas para serem opção, enquanto Maria Sharapova é outra jogadora cuja condição física é uma incógnita. Também não seria uma surpresa se tivéssemos uma vencedora imprevista neste quarto - se a promissora Amanda Anisimova estiver em forma, ela pode ser considerada a um preço gigantesco.

sharapova_face_melbourne.jpg

Bertens pode sair com vida do último quarto do torneio


O Q4 vê Sloane Stephena - que voltou a ilustrar a sua inconsistência esta semana - e Angelique Kerber como favoritas. Kerber foi justamente batida por Kvitova em Sydney após um bom começo, embora por vezes seja difícil dar demasiado crédito tendo em conta a motivação das jogadoras em torneios de preparação.

Stephens é outra que não é favorecida pelo mercado, situando-se a [30.00], e eu sinto que este sector do quadro está muito ao alcance de uma Kiki Bertens em bom nível, que estava na nossa lista original. A jogadora holandesa tem fortes registos em piso duro, apresentando 109.1% de pontos ganhos no serviço/resposta nesta superfície nos últimos seis meses, vencendo quase 80% das suas partidas, e a [28.00], ela representa a nossa segunda opção pré-torneio para sair vitoriosa.


APOSTAS RECOMENDADAS:

Elina Svitolina para vencer o Open da Australia @ [16.50]
Kiki Bertens para vencer o Open da Australia @ [28.00]

Ver mercado