Apostas Stockholm Open: Sisling em forma com quotas apetecíveis na Suécia

Igor Sijsling pode ser uma das surpresas da semana...

Depois de ter visto a minha previsão pré-torneio ser-me negada no tie-break do set decisivo de Shangai, esta semana Sean Calvert analisa as melhores opções para três torneios ATP 250...

"Sijsling foi muito infeliz ao perder para um Gilles Simon em forma no torneio de Bangkok, e seguiu esse bom pronúncio com uma Final no Challenger de Mons pelo que a sua confiança deve estar de volta."

Sijsling para vencer em Estocolmo a 65.064/1 ou mais

Estamos já nas últimas semanas do ATP World Tour 2013 e esta semana estamos de regresso à Europa para três torneios indoor.

O meu tiro da semana passada em Juan Martin Del Potro a 17.016/1 foi azarado com o argentino a ceder apenas no tie-break do 3º e decisivo set, mas foi uma óptima oportunidade de lucro para quem optou por utilizar o Cash Out antes da grande Final.

Os três eventos ATP da semana realizam-se em Moscovo, Estocolmo e Viena e as condições favorecem o jogo lento nos dois primeiros, com o piso a ser um pouco mais veloz em Viena.

Em Moscovo o título já foi 11 vezes para tenistas russos desde 1997, no entanto nos últimos três anos não houve ganhadores da casa e este ano os jogadores da casa não parecem oferecer garantias.

A parte baixa do quadro da Kremlin Cup parece ser a mais atraente com o campeão Andreas Seppi em baixo de forma e os outros cabeças-de-série a serem Alex Dolgopolov, João Sousa e Horacio Zeballos.

A parte de cima parece mais dura, com Richard Gasquet, Janko Tipsarevic, Marcos Baghdatis, Denis Istomin e Ivo Karlovic, todos eles com hipóteses de triunfar se atingirem o seu melhor nível, por isso eu vou tentar a minha sorte com Sergiy Stakhovsky no quadro de baixo se as suas probabilidades chegarem ao preço que idealizei.

Deverás safar-te com valores a rondar os 50.049/1 a favor do ucraniano e na parte de cima do quadro agrada-me Marcos Baghdatis, que já se deu bem aqui anteriormente, está a subir de forma e apresenta um óptimo registo no confronto com Gasquet.

Em Estocolmo uma das apostas certeiras deverá ser Apostar Contra o primeiro favorito David Ferrer cuja forma tem deixado muito a desejar desde Roland Garros e a sua parte do quadro no If Stockhokm Open parece "apinhada" de jogadores que o poderão bater.

O vencedor do embate entre Jack Sock e Bernard Tomic faz parte desse leque, assim como Ivan Dodig, Jarkko Nieminen, Benjamin Becker, Jerzy Janowicz, Igos Sisjling e Ernests Gulbis, logo Ferrer aparenta ser um favorito frágil com diversas ameaças ao longo do quadro.

Gosto de Sijsling a preço elevado, tendo em conta que parece estar a sair de uma espécie de feitiço em que havia mergulhado e parece ter o estilo de jogo para brilhar em court.

O holandês foi muito infeliz ao perder para um Gilles Simon em forma no torneio de Bangkok e seguiu esse bom pronúncio com uma Final no Challenger de Mons pelo que a sua confiança deve estar de volta.
Um preço acima dos 65.064/1 é bastante provável para o holandês, tendo mesmo já sido negociado a 100.099/1.

Milos Raonic parece ser o tensita com melhor sorteio aqui, com Benoit Paire lesionado, Gulbis em fase negativa e Kevin Anderson igualmente. O canadiano está garantidamente cansado após três longas semanas em Tour e, apesar de ser naturalmente favorito, não e agrada apostar nele a apenas 3.55/2.

Passando para Viena, Jo-Wilfried Tsonga parece ser o jogador ideal para aproveitar a velocidade do piso, mas se mantiver o baixo nível evidenciado em Shangai valerá a pena Apostar Contra ele e, sinceramente continuo convicto de que ele ainda está longe do seu melhor.

A parte do quadro de Tsonga parece dura, com Monfils, Fognini, Florian Mayer, Daniel Brands, Lleyton Hewitt, Robin Haase e Vasek Pospisil com a última hipótese a ser a que mais me agrada a valores bem elevados.

A outra parte do quadro contém Tommy Haas, Philipp Kohlschreiber e o recém-vencedor de Mons, Radek Stepanek e deste grupo eu inclinar-me-ia para Kohlschreiber, mas sem grande confiança.

Haas retirou-se de Shangai com problemas nas costas e não ganha um torneio nesta fase da temporada desde 2001, enquanto o título de Stepanek em Mons foi o seu primeiro de sempre após a semana 39. Ele também tem de pensar na Taça Davis e, assim sendo não deverá correr muitos riscos esta semana.

Kohlschreiber é um jogador com dificuldades para vencer, tendo alcançado apenas quatro títulos do ATP Tour na carreira, nenhum deles em Indoor nem sequer após a semana 23 da temporada.

Se Lukas Rosol regressar a uma boa forma este é o tipo de torneios que lhe assenta na perfeição e o sorteio também o favorece, no entanto um bom jogador a responder ao serviço pode dar cabo das suas intenções, logo quero um gigantesco preço para colocar uma moeda nas suas hipóteses.

Resumindo, esta semana há diversas boas opções ao longo dos três torneios, e nesta avançada fase do ano valerá a pena arriscar alguns "longshots" com baixas quantias já que serão apostas muito duvidosas tal como os preços indicarão.

Apostas Recomendadas - Tudo Cash Out
Sijsling para vencer em Estocolmo a 65.064/1 ou mais

Stakhovsky para vencer em Moscovo a 50.049/1 ou mais

Pospisil para vencer em Viena a 26.025/1 ou mais