Apostas US Open Dia 1: Dimitrov para contrariar odds frente a Wawrinka

Dimitrov pode ser apostado como 'outsider' no dia de hoje...
Ver mercado

Com 32 partidas do quadro masculino a acontecerem no dia de abertura do Open dos Estados Unidos, teremos uma agenda lotada em Flushing Meadows. Dan Weston regressa para prever a acção...

"Stan Wawrinka parece estar a evidenciar algumas melhorias durante a série de Masters Norte-Americanos mas os seus números continuam a não ser grande coisa. De facto, ao longo do último mês em piso duro, ele venceu 67.1% dos seus pontos no serviço e 32.8% na resposta (99.9% de combinado) e este nível é aproximado a um top-50."

Motivação dos Jogadores estará nos píncaros no US Open


Os próximos 15 dias verão os jogadores ter a sua última oportunidade de ter sucesso num Grand Slam em 2018, e para jogadores de diferentes qualidades, será de grande importância. Alguns estarão na luta por pontos para entrar no Tour Finals que encerra a temporada, enquanto outros procuram uma boa prestação para reter ou melhorar a sua posição no ranking com o intuito de se qualificarem para, ou serem sorteados para torneios mais à frente no ano. Outros com ranking inferior podem ver aqui uma oportunidade de assegurar entrada directa no próximo Open da Austráli em Janeiro do próximo ano.

Independentemente do caso, é claro que os jogadores devem estar motivados. As recompensas, quer ao nível pontual quer financeiro, são enormes, mesmo que alguns jogadores cheguem ao torneio com lesões, que modera um pouco as suas ambições.

Nadal altamente favorito perante compatriota Ferrer


Será a metade superior do quadro a abrir o torneio, portanto teremos o nº1 mundial Rafa Nadal em acção. Ele já teve alguns grandes jogos contra David Ferrer no passado, mas com o veterano espanhol em clara fase de declínio, Nadal é super favorito para superar o seu compatriota - está a somente [1.02] para o conseguir.

Thiem e Bautista-Agut com problemas físicos


Outros grandes nomes em acção no Dia Um incluem Dominic Thiem, que não tem estado bem fisicamente nas últimas semanas. Se ele continuar longe dos 100% pode sofrer para justificar o seu favoritismo [1.16] frente ao limitado Mirza Basic, enquanto nos aguarda um interessante confronto entre Roberto Bautista-Agut e Jason Kubler. Bautista-Agut anda há algum tempo longe da melhor forma física, e Kubler tem um excelente registo em Challengers no último ano e pouco. Kubler está actualmente a [4.40] e pode ser uma hipótese a considerar no mercado ao-vivo.

Anderson parece um pouco curto frente a Harrison


Kevin Anderson enfrenta Ryan Harrison naquele que será um encontro orientado para o serviço, e o sul-africano Anderson parece um pouco curto a [1.30] frente a um competente jogador em piso duro que estará no seu país natal. No entanto, Anderson parece ter melhorado a sua capacidade para derrotar adversários inferiores, e deverá cumprir a sua tarefa com maior ou menor dificuldade.

Del Potro, Raonic e Murray entre os grandes nomes em acção


Para além disso, Juan Martin Del Potro é forte favorito a [1.11] para passar confortavelmente por um Donald Young em baixo de forma, cujos números este ano têm sido desastrosos, enquanto Milos Raonic parece um pouco curto frente ao especialista em pó-de-tijolo Carlos Berlocq, mesmo que [1.04] ele deva acabar por vencer o jogo. Andy Murray chega ao torneio muito longe do seu auge, e o formato à melhor de cinco sets não o deverá favorecer numa fase em que procura regressar à melhor condição física, no entanto deverá ser demasiado forte para James Duckworth.

Procurando por valor, e até teremos alguns jogos no dia de hoje, o mesmo será encontrado em partidas de jogadores de alto perfil em momento menos bom.

Dimitrov valioso como 'outsider' frente a Wawrinka


O não cabeça-de-série Stan Wawrinka parece estar a evidenciar algumas melhorias durante a série de Masters Norte-Americanos mas os seus números continuam a não ser grande coisa. De facto, ao longo do último mês em piso duro, ele venceu 67.1% dos seus pontos no serviço e 32.8% na resposta (99.9% de combinado) e este nível é aproximado a um top-50. Ele venceu alguns jogos renhidos e teve agora um brutal embate de primeira ronda, frente a Grigor Dimitrov.

Eu estou muito surpreso por ver Dimitrov como 'outsider' a [2.30] para esta partida. Sim, o búlgaro não tem tido o melhor dos anos e provavelmente gostaria de condições um pouco mais rápidas, mas ele tem mostrado um nível consistentemente superior ao que Wawrinka tem actualmente, e apostar em Dimitrov parece um plano sólido naquele que será definitivamente o encontro do dia.

Sock favorito apesar dos péssimos resultados recentes


Outros jogadores em quebra que parecem curtos, provavelmente com base na sua reputação, incluem Jack Sock, que está a [1.44] diante do argentino Guido Andreozzi. Sock tem um atroz registo de 3-12 em piso duro nos últimos 12 meses, num combinado de 96.2% em percentagem de pontos ganhos no serviço/resposta, e este preço parece suficientemente baixo mesmo contra um jogador que não apresenta nada de especial em piso duro na sua carreira.

Muller em dificuldades antes do seu último Grand Slam


Outro jogador que quero abordar é Gilles Muller como mais um que pode valer a pena ir contra no dia de hoje. O veterano luxemburguês tem sofrido com uma lesão no cotovelo e irá retirar-seno final da temporada.

Para além disso, o registo de Muller nos últimos meses tem sido sofrível - ele quase não venceu jogos na sua adorada relva, e caiu para fora do top-100. Nos seus dois últimos eventos em piso duro perdeu para Quentin Halys e Yannick Maden em dois sets, portanto tentar perceber porque razão o mercado o avaliou a [1.65] frente a Lorenzo Sonego é um pouco difícil, apesar do italiano também não estar na melhor das suas formas ultimamente.


APOSTAS RECOMENDADAS:
Grigor Dimitrov para bater Stan Wawrinka @ [2.30]

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"

Ver mercado