Apostas.Betfair

Apostas Wimbledon: Favorito Federer com razões para sorrir

Ver mercado

Ralph Ellis tem estado do lado de Roger Federer para somar o seu oitavo título em Wimbledon desde que ele venceu em Melbourne em Janeiro e acredita que tudo estará nas mãos do tenista helvético...

"Este será um torneio algo atípico uma vez que muitos outros jogadores de elite chegaram a Wimbledon rodeados de dúvidas. Andy Murray está a [5.50] como segundo favorito para defender o seu título mas a sua eliminação na primeira ronda em Queen's foi uma forte machadada. Novak Djokovic [8.40] está a pescar em Eastbourne à procura de encontrar a melhor forma."

Só quando te sentas à conversa com Roger Federer é que te apercebes do quão grande pode ser o seu sorriso. Sim, parece impressionar só de ver à distância, mas em pessoa é ainda mais contagiante.

E eu suspeito que esse sorriso poderá voltar a aparecer nos próximos 15 dias, até porque esse sorriso é uma espécie de arma secreta do maestro suíço.

E isso leva-te a pensar que ele não estará assim tão obcecado em ganhar o oitavo título em Wimbledon quando, na realidade é isso mesmo que ele anseia.

Neste momento, e em conjunto com Pete Sampras, ele partilha o recorde de sete título alcançados e desde que baixou de nível em 2012 eu tive a sorte de ser um dos poucos privilegiados repórteres que teve oportunidade de conversar com ele e ele sempre insistiu que o oitavo título podia até nunca chegar.

Isso faz parte do seu mecanismo de defesa para tentar afastar a pressão dos seus ombros. Ele sabe que só conseguindo manter-se relaxado poderá atingir aquele nível estratosférico de ténis em que cada bola parece um míssil para o canto do lado do court do adversário.

Eu não estive em Halle na semana passada, mas pessoas com quem falei que lá estiveram disseram-me que aquele sorriso estava bem largo. Ele concedeu todas as entrevistas para que foi requisitado, dialogou com patrocinadores, assinou autógrafos, e ainda posou para diversas selfies.

E também fez um bom trabalho no que compete ao humor. Quando questionado sobre a sua derrota na primeira ronda em Estugarda, que perdeu para o nº302 do mundo, de 39 anos de idade, Tommy Haas na sua primeira aparição em relva da temporada, ele disse a toda a gente: "Eu penso que sou capaz de vencer jogos nesta superfície."

Depois para o comprovar, quando chegou a altura de entrar em court, ele apresentou o seu melhor ténis e limpou toda a concorrência para o canto antes de bater o altamente credenciado Alexander Zverev para somar o seu nono título em Halle, o seu 92º de toda a carreira, na sua 140ª final.

É por esta razão que há medida que Wimbledon se aproxima já este fim-de-semana Federer é o claro favorito a [3.45] para segurar o título no Court Central a 16 de Julho.

O seu plano de abdicar da temporada de terra batida foi sempre uma boa opção. É irónico que Federer mais do que qualquer outro tenista tenha guiado a campanha para adicionar uma semana extra entre o Open de França e Wimbledon para dar mais hipóteses de adaptação a diferentes superfícies - e agora ele é um dos poucos que nem sequer se dá ao trabalho de ter que passar por isso, ignorando o pó-de-tijolo.

Mas esse é outro exemplo do seu comprometimento singular a partir do momento em que coloca um objectivo em mente. A sua magistral vitória no Open da Austrália mostrou que ele aprendeu a trazer a sua melhor forma física no momento certo, ou seja, durante 15 dias num Grand Slam, e ele irá estar sem dúvida com o mesmo tipo de disponibilidade no SW19.

Este será um torneio algo atípico uma vez que muitos outros jogadores de elite chegaram a Wimbledon rodeados de dúvidas. Andy Murray está a [5.50] como segundo favorito para defender o seu título mas a sua eliminação na primeira ronda em Queen's foi uma forte machadada. Novak Djokovic [8.40] está a pescar em Eastbourne à procura de encontrar a melhor forma. Rafael Nadal [5.90] continua a ter problemas intermitentes com os seus joelhos.

Não admira, que enquanto todos eles vão tendo motivos para preocupações, Roger se limite a manter o sorriso.

Ver mercado
More Ténis