Open Australia

Apostas Open da Austrália - Dia 12: Thiem justifica favoritismo para atingir a Final

Dominic Thiem é o favorito dos mercados para estar na final de Domingo

"Se circunscrevermos isso aos encontros mais recentes - digamos os quatro desde início de 2017 em diante - Thiem tem um ascendente ainda maior, ganhando 8% mais de pontos no serviço e assegurando-o em quase 90% das vezes."

O único encontro de singulares do calendário de sexta-feira no Open da Austrália será a semifinal masculina entre Dominic Thiem e Alexander Zverev. O nosso colunista de ténis, Dan Weston, analisa o confronto...

Thiem e Zverev em Meia-Final inesperada


Com Rafa Nadal e Daniil Medvedev ambos eliminados na metade superior do quadro, temos uma meia-final masculina relativamente surpreendente na sexta-feira com os já mencionados Thiem e Zverev a lutarem por um lugar na final de Domingo diante de Novak Djokovic.

Thiem, cuja fraqueza mais comum são as rápidas condições de jogo que nunca lhe permitiram chegar além da quarta ronda aqui em Melbourne, e Zverev, que sofreu a valer no ATP Cup, evento de preparação para este torneio, não eram esperados por muitos nesta fase da prova - particularmente quando Thiem estava a perder por dois sets a um contra Alex Bolt na segunda ronda.

Djokovic altamente favorito para bater qualquer um deles


No entanto, aqui estão eles, e Thiem é favorito do mercado a 1.528/15 para vencer o encontro. Mas quem quer que vença o embate será altamente 'underdog' na Final com Djokovic - o sérvio negoceia a somente 1.292/7 para erguer o troféu no momento em que escrevo depois de ter batido Roger Federer em três sets na sua semifinal, com Federer a sucumbir depois de até ter entrado muito bem no primeiro set e ter perdido a oportunidade, tendo mesmo servido para fechar o set antes de perder no tiebreak.

Frente-a-frente atribui ascendente a Thiem


Quando dei a primeira olhada nos mercados, pensei que Thiem parecia um pouco curto, e puramente baseado na percentagem de pontos combinados no serviço/resposta nos últimos 12 meses, este seria o caso com Thiem já que ele tem um ascendente combinado de 2%, e uma vantagem idêntica quando olhamos apenas aos últimos seis meses.

Apesar disso, eu penso que o mercado está justificadamente a depositar um pouco mais de fé em Thiem com ele a comandar o histórico de confrontos com Zverev por 6-2, e embora alguns desses triunfos tenham sido obtidos quando o alemão ainda estava a chegar ao circuito e a subir no ranking, Thiem tem um interessante ascendente estatístico nos seus confrontos de carreira em termos gerais, ganhando mais 6% de pontos no serviço nos seus embates.

Se circunscrevermos isso aos encontros mais recentes - digamos os quatro desde início de 2017 em diante - Thiem tem um ascendente ainda maior, ganhando 8% mais de pontos no serviço e assegurando quase 90% das vezes. Zverev ganha apenas pouco mais de 30% dos pontos na resposta e isso é uma preocupação para quem está interessado em surpreender amanhã.

E eu também penso que é justo atribuirmos algum peso a esse histórico, pelo que o preço de Thiem se torna assim bem mais razoável. Tendo isso em conta, não encontro aqui um ascendente pré-jogo, mas estou entusiasmado pela perspectiva de um encontro fascinante onde ambos os jogadores esperam vencer, e de preferência fazendo-o sem gastar demasiada energia. Com um fresco Djokovic ao virar da esquina na final de Domingo, um embate a cinco sets aqui não faria favores ou algo parecido ao vencedor.

"Se gostou de nosso artigo, compartilhe em suas redes sociais"