Apostas Ténis: Murray e Djokovic até à exaustão pelo 1º Grand Slam do ano

Andy Murray quer "roubar" o 2º GrandSlam consecutivo a "Nole".

É cada vez mais óbvio que Andy Murray e Novak Djokovic são os dois grandes jogadores do momento. Este Domingo de manhã (horas portuguesas) ficaremos a conhecer quem leva o 1º GrandSlam do ano para casa.

Prever quem vai vencer é muito difícil tal é o nível de excelência de ambos, logo sem dúvida que o valor está do lado de Andy Murray que se apresenta com quotas bem mais apetecíveis.

Andy Murray +4.5 Jogos a 1.910/11

Consistência do fundo do "court", esquerdas brilhantes e capacidade defensiva galáctica são as características do tenista do século XXI. Isto a avaliar pelo que Djokovic e Murray têm feito nos tempos mais recentes.

Ambos têm vindo a conquistar um ascendente sobre todos os outros tenistas mundiais graças à sua tremenda capacidade defensiva e excelência de esquerda.

Andy Murray chegou a esta Final com apenas um verdadeiro teste na Meia-Final diante de Roger Federer. A vitória em cinco "sets" pode-se considerar um pouco enganadora pois o escocês vacilou em dois "tie-breaks" que permitiram ao suíço levar a partida até à negra, no entanto Andy Murray foi sempre mais consistente durante a partida, acabando por ganhar grande parte das trocas de bola mais longas.

Novak Djokovic teve um calendário mais árduo que o forçou a ceder dois "sets" para Wawrinka e um para Berdych, mas o que mais salta à vista foi a poupança que conseguiu na Meia-Final contra todas as expectativas.
Despachar Ferrer em 1 hora e 30 minutos terá sido uma bela notícia para o sérvio que pôde assim poupar energias para a grande Final, algo que Murray falhou ao permitir a Roger Federer permanecer em "court" durante quatro horas.

Assim sendo, e avaliando que Novak Djokovic já triunfou em Melbourne por três vezes, é natural que seja apontado à vitória a 1.594/7.

Andy Murray, vencedor do último GrandSlam da temporada 2012 e 1º da sua carreira, procura manter o seu estado de graça e voltar a bater Novak Djokovic numa Final. 2.727/4 é o valor atribuído pelos apostadores Betfair ao êxito do britânico.

Este é o típico encontro em que deveria existir uma aposta para o tempo de jogo. É que nas últimas duas Finais de GrandSlam entre ambos: Austrália e Estados Unidos, a partida foi resolvida em cinco "sets" que se prolongaram por cinco horas. Uma vitória para cada lado.

Resumindo, prever quem vai vencer esta partida é muito difícil tal tem sido o nível de excelência de ambos e por esse facto sem dúvida que o valor está do lado de Andy Murray que se apresenta com quotas bem mais apetecíveis.

Apostas Recomendadas:
Andy Murray para executar mais Ases a 1.364/11
Andy Murray +4.5 Jogos a 1.910/11