Apostas.Betfair

Wimbledon 2017 Previsão Pós-sorteio: Djokovic com valor após título em Eastbourne

Ver mercado

Depois de analisar o sorteio de Sexta-Feira, o nosso colunista de ténis Dan Weston regressa para analisar os potenciais adversários de cada candidato a verificar onde está o valor para uma aposta pré-torneio...

"Eu estava confiante em relação às hipóteses de Djokovic avançar no quadro principal, e pouco mudei de opinião após o sorteio."

Grandes servidores e Djokovic mantêm potencial pré-sorteio

No início da semana, olhei para as condições prováveis em Wimbledon 2017, e examinei os principais candidatos ao título. Nessa previsão pré-sorteio, afirmei que o trio de servidores - Feliciano Lopez, Gilles Muller e Ivo Karlovic podiam ser boas opções de valor elevado, particularmente numa perspectiva de Cash Out, e também defendi a ideia de que Novak Djokovic poderia representar algum valor a cerca de [7.60] no mercado pré-torneio, enquanto mencionei predisposição para me opor a Rafa Nadal, Marin Cilic e Stan Wawrinka.

Após o sorteio de Sexta-Feira, pude analisar alguns números, já para não mencionar que atribui preços aos 128 encontros de primeira ronda em ambos os circuitos e firmei os meus pensamentos em relação aos favoritos ao título no quadro masculino.

No Open de França, o foco ficou nos mercados "para vencer o quarto", e isto oferece-nos várias oportunidades aqui - pois na verdade estamos à procura de jogadores que possam atingir pelo menos as Meias-Finais, embora também tenha a minha recomendação para o vencedor do evento.


Questão física de Murray e Wawrinka vulnerável no primeiro quarto

O primeiro quarto do sorteio é liderado por Andy Murray, com Stan Wawrinka a ser o outro cabeça-de-série top-8 presente. Eu mencionei na previsão pré-sorteio que o escocês é uma grande dúvida em termos físicos devido a uma lesão que o fez mesmo abdicar de se exibir em Hurlingham Club. Na sequência do seu abandono, o nº1 mundial fora de forma fez uma sessão de treinos perante os jornalistas e repórteres e esteve longe de mostrar a sua habitual imponência física.

Perante isto, restam poucas dúvidas de que Murray dificilmente poderia ter tido um sorteio mais favorável. Ele defronta o lucky loser Alexander Bublik na ronda inaugural, com João Sousa ou Dustin Borwn na segunda ronda. O duelo da terceira ronda pode ser contra Jiry Vesely ou Fabio Fognini, pelo que não deve desgastar-se muito, e deve ter chegar à segunda semana de torneio com relativa facilidade e pouco drama. Ele também estará motivado por não enfrentar Roger Federer e Novak Djokovic antes da Final, com Rafa o outro cabeça-de-série top-4 na metade superior do quadro.

Tal como mencionei, Wawrinka é o outro tenista top-8 neste segmento do quadro e eu estou inclinado a ir contra ele em relva. As suas estatísticas dos últimos dois anos nesta superfície, de 70.9% de pontos no serviço ganhos e 33.3% de pontos ganhos na resposta, combinam para uma média de 104.2% e o 15º lugar no ranking ATP nesta superfície, atrás de tenistas como Andreas Seppi, Sam Querrey e Kevin Anderson.

A sua ronda de abertura frente ao semi-finalista em Eastbourne e jovem talentoso, Daniil Medvedev, é uma surpresa prestes a acontecer, embora o formato à melhor de cinco sets possa jogar a favor de Wawrinka neste duelo em particular.


Tsonga com potencial para sair com vida deste segmento

Com a condição física de Murray em causa e a capacidade de Wawrinka em questão, apostar contra esta dupla nesta secção do quadro parece lógico. No entanto, é difícil encontrar uma escolha sólida - Nick Kyrgios admitiu estar a "60-65%" devido a problema físicos, enquanto Anderson defronta um adversário complicado na estreia - Fernando Verdasco - antes de medir forças com Seppi na segunda ronda.

Talvez seja melhor olhar ao terceiro segmento deste quarto do quadro - Jo-Wilfried Tsonga e Sam Querrey são os favoritos aqui - para encontrar um vencedor de quarto a preço elevado, e eu não excluo Tsonga aqui. Ele tem tido excelentes registos em relva ao longo da carreira, e está na 7ª posição do circuito em termos estatísticos em relva nos últimos dois anos.

Teria sido perfeito se ele tivesse feito uma preparação mais completa do que os dois jogos que fez em Queens mas ele tem um início de evento acessível, onde defronta o wild-card Cameron Norrie antes de se bater com Simone Bolelli ou o lesionado Yen-Hsun Lu. O preço de [9.00] no Sportsbook representa valor para o francês vencer o primeiro quarto.


Nadal e Cilic alvos a abater no segundo quarto

Também estou tentado a ir contra Rafa, no quarto dois. Eu não atribuo qualquer valor ao Rei da Terra batida aos actuais [6.00] para vencer este evento - ele não se preparou em relva, e não tem jogado bem nesta superfície desde 2011, e a transição do pó-de-tijolo para a relva é a mais difícil de todas as mudanças de superfície, portanto eu tenho pouco em conta a sua forma recente em terra batida para analisar o evento em relva.

Marin Cilic, 7º cabeça-de-série, é o outro favorito neste quarto, e com um péssimo registo de 6-11 frente aos top-20 em relva, o croata parece vulnerável nas fases mais adiantadas da prova. Parece ter existido um pouco de agitação com Cilic - está actualmente a [20.00] no Intercâmbio - mas eu penso que esta é uma reacção exagerada à sua boa forma actual frente a jogadores mais fracos (nenhum top-20 nos últimos oito embates) nos torneios de preparação.

Cilic também terá alguns jogos exigentes nas primeiras rondas, frente a Philipp Kohlschreiber para começar, seguido de Voctor Troicki ou Florian Mayer e depois provavelmente Steve Johnson são potenciais causadores de dano frente a tenistas competentes em relva.


Grandes servidores com boas hipóteses de ir longe no evento

Dos restantes jogadores neste quarto, eu não tenho fé num Kei Nishikori débil fisicamente, e Roberto Bautista-Agut nunca bateu um jogador do top-20 nesta superfície. Portanto, são os grandes servidores que já havia identificado que valem a pena consideração - Ivo Karlovic e Gilles Muller, que estão na segunda parte do quarto dois.

Karlovic está a gigantescos [22.00] para vencer o quarto no Intercâmbio e parece valer mais a pensa tentar a nossa sorte com ele do que com Gilles Muller a [11.00], que tem piorado ligeiramente as suas estatísticas em relva nos últimos dois anos, ao contrário de Dr.Ivo. Ambos venceram mais encontros frente a top-20 do circuito em relva do que perderam, e Karlovic também já bateu Cilic há algumas semanas em Hertogenbosch, antes de perder em dois tiebreaks para Muller na semifinal.

O único problema desta aposta, que pode também ser boa para Cash Out, é o facto de se defrontarem os dois na terceira ronda, e o recorde de partida mais longa entre Nicolas Mahut e John Isner pode estar em risco. Digamos que estamos à espera que este encontro se conclua quando a época de piso duro se iniciar...


Federer é o alvo no quarto três

Milos Raonic e o favorito ao torneio [3.35] Roger Federer comandam o terceiro quarto do sorteio, e com Federer a ser certamente o homem a abater no torneio, quer em termos lógicos quer em termos estatísticos, selecionar uma aposta ousada neste quarto não parece grande opção. Jack Sock, Grigor Dimitrov e os irmãos Zverev parecem ser as principais ameaças.


Triunfo em Eastbourne sinaliza regresso à melhor forma de Djokovic

Finalmente, eu estava confiante em relação às hipóteses de Djokovic avançar no quadro principal, e pouco mudei de opinião após o sorteio. O ponto negativo é que ele está na metade do quadro de Federer mas, em contra-partida tem Thiem no seu segmento, o pior do oito cabeças-de-série nesta superfície, sendo que também estou pouco apreensivo com o provável confronto como Juan Martin Del Potro logo na terceira ronda.

O argentino não se deve apresentar na máxima força, depois de não disputar um único encontro em relva na preparação para o torneio, e Djokovic deu cabo dele no mês passado em Roma, expondo claramente a fragilidade da esquerda da Torre de Tandil.

Para além disso, o sérvio fez um muito esperado regresso à boa forma esta semana, vencendo Eastbourne sem perder um set, e não vejo razões para contrariar a ideia de que ele tem valor para atingir o título, mesmo que a sua odd se tenha contraído até aos [6.50] no Sportsbook.


Apostas Recomendadas:

Jo-Wilfried Tsonga para vencer o primeiro quarto @ [9.00]
Ivo Karlovic para vencer o segundo quarto @ [22.00]
Novak Djokovic para vencer Wimbledon @ [6.60]

Ver mercado
More Ténis